Escrever sobre cerveja em viagens

Viajante cervejeiro: como escrever sobre bebidas e culinária local enquanto viaja?

Como redator do blog, já escrevi muitos conteúdos, li sobre diversos assuntos e busquei inúmeras referências na internet — não só eu, mas como todos os colaboradores do blog.

Também confesso que por vezes me peguei escrevendo sobre algum assunto que não domino, algo que não havia experimentado ainda e cervejas que me deixaram com água na boca. 

E como redator, uma das coisas mais interessantes que você pode fazer são novas descobertas, sejam cervejas, lugares, harmonizações e pratos. Muitas vezes isso tudo ao mesmo tempo. 

A culinária (incluindo as bebidas) com certeza é um fator que une as pessoas e desperta muita criatividade entre diferentes pessoas em diferentes partes do mundo. 

Mas o que torna os alimentos algo que “nos une”? E por que estamos escrevendo sobre isso? 

O fato de que a comida é uma parte essencial da sobrevivência ajuda a torná-la tão impactante na vida cotidiana. Cada pessoa tem que comer pelo menos uma refeição por dia para sobreviver.

Já as bebidas têm além de tudo um valor social, proporcionar a interação e união entre as pessoas em torno de algo, uma conquista, uma comemoração, ou até sentimentos negativos como a tristeza e estresse por exemplo. 

E viajar te proporciona uma visão sobre diferentes culturas e tradições. Isso amplia sua mente e, por sua vez, seu conteúdo como escritor(a). Por isso a troca de experiências culturais é sempre enriquecedora quando se busca novas referências e hoje queremos exaltar isso no conteúdo, para que você possa analisar e escrever com propriedade!

Descobertas chave ao escrever sobre viagens

Há tanto para aprender em um único lugar que você precisa passar alguns dias ali para aprender algo tangível, cultural e também suas histórias. 

Quando se trata de cerveja e comida, existem algumas coisas que você precisa saber sobre os lugares para explorá-los completamente. E uma vez que você os conhece, tudo se torna extremamente fácil.

Aqui estão algumas descobertas importantes feitas por meio desse processo.

Cerveja, uísque ou vinho?

Ao viajar, pense a respeito da bebida mais consumida no local, se as pessoas consomem mais vinho, provavelmente também cultivam uvas. Se consomem mais cervejas, provavelmente os pratos locais harmonizarão com a bebida. 

Mas lembrando que nem sempre as bebidas precisam ser alcoólicas, como por exemplo na Holanda onde a produção e consumo de leite são em alto nível, apesar de possuírem também excelentes cervejas trapistas. 

Alguns lugares são conhecidos por uma bebida específica. Sempre que você visita um lugar assim, as pessoas esperam que você experimente essa bebida. Se você realmente quer conhecer um lugar, precisa saber o que eles bebem. Esse é outro identificador de lugares que um bom escritor não vai perder

As bebidas, como a comida, unem as pessoas, e nós sabemos disso como ninguém. Quem aqui já fez amigos bebendo leite? Talvez só na Holanda mesmo.  

Além disso, constitui uma grande parte da subsistência das pessoas. Um lugar que tem campos de uva terá uma grande parte da população trabalhando nesses campos, o mesmo com a produção de qualquer outra matéria como leite, mel, cerveja, etc.

Vá atrás da comida!

O mundo é grande o suficiente para ter diferentes fontes de alimento para pessoas diferentes. Se você realmente deseja descobrir um lugar através da comida que eles comem, você precisa conhecer os tipos de alimentos que são comuns nessa área. Por exemplo, alguns lugares são totalmente vegetarianos. 

Em tal área, saber sua fonte de alimento dá uma ideia de quem eles são e como vivem. Isso formará a base do seu ensaio.

Em alguns lugares, a comunidade obtém sua comida principalmente do mar. Eles se alimentam de todos os tipos de criaturas marinhas, incluindo peixes, polvos, camarões e outros. Você pode dizer automaticamente que as pessoas nesta área estão investindo em atividades como a pesca, e que provavelmente é o seu sustento.

Descobrir a fonte dos alimentos é, portanto, a primeira forma de conhecer as pessoas do lugar para onde você vai viajar. É mais um pequeno portal para suas vidas. Ao escrever sobre um lugar assim, esse se torna um dos guias para o conteúdo que você deseja escrever. 

Preparação e apresentação de alimentos

O mundo está repleto de diferentes culturas e diferentes tradições. Algumas tradições são exclusivas de certos lugares. Na hora de viajar, há lugares que você encontrará receitas únicas. A maioria deles foi passada de geração em geração. Provar esses tipos de alimentos dá a você uma visão do mundo de seu hospedeiro e ajuda a determinar quem eles são. Este é um prêmio para sua escrita.

Por exemplo, algumas pessoas cozinham sua comida com especiarias fortes e outras sem nenhuma. Alguns acreditam que os alimentos feitos com as formas tradicionais de preparação têm um sabor melhor. Todas essas coisas definem um lugar e sua cultura. Esses detalhes ajudam a formar uma descrição detalhada do local.

E tenha atenção a esses pequenos detalhes, pois farão uma certa diferença quando você for escrever sobre a harmonização de pratos locais, pois sabemos que um tempero específico pode ser ressaltado através da cerveja. Como por exemplo a pimenta ao beber uma IPA.

A apresentação dos alimentos também é importante porque pode ser muito diferente em todos os locais que você for. 

Por exemplo, algumas pessoas bebem uma cerveja da garrafa enquanto outras a colocam em um copo. Ambos podem estar tomando a mesma cerveja, mas podem jurar que o gosto é melhor quando apresentado de uma maneira particular. Não deixe de mostrar essas diferenças em seus conteúdos.

Hora de beber e comer

Quando eles se reúnem para as refeições ou bebidas? Confie em mim; você vai visitar um lugar onde uma cerveja gelada pela manhã é a normal (talvez o café da manhã alemão). 

De que outra forma você aprenderá sobre um lugar se ignorar suas culturas locais e fatores que unem as pessoas? Como escritor, simplesmente observe e descreva para expressar o que você está vendo, afinal, nem todos poderão ter a mesma experiência que você, mas ao ler seu conteúdo, desejam sentir o mesmo que você sentiu.

Agora com essas dicas, espero que você possa realmente escrever como uma autoridade no assunto e o mais importante, que compartilhe conteúdos incríveis por aí com base em suas experiências.

👇 Gostou do conteúdo? Compartilhe o conhecimento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.