Cerveja estraga?

Cerveja estraga? Entenda detalhes da validade da cerveja

A melhor cerveja é a cerveja fresca!

Essa é uma boa frase e que diz muito sobre quando você deve consumir sua bebida, porém alguns tipos de cerveja podem ser armazenadas por um período de tempo mais longo e outras, como as cervejas em garrafa, são na verdade projetadas para evoluir em nuance e sabor com o tempo. 

A pergunta “quanto tempo dura a cerveja?” é frequentemente escutada se você produz cerveja e comenta com suas amizades. 

Com a proliferação de cervejas artesanais, cheias de aroma, sabor e em alguns casos complexas, é mais importante do que nunca para os consumidores estarem cientes da idade de uma cerveja, bem como em quanto tempo aquela cerveja em particular pode ser apreciada para obter o melhor sabor. 

Vamos dar uma olhada em algumas práticas gerais que podem ajudá-lo a tomar boas decisões ao comprar sua próxima cerveja!

As cervejas estragam?

Resumidamente, a data de validade da cerveja é um fator de qualidade, e quando a cerveja passa dessa data, o que ocorre é que ela perde suas qualidades sensoriais originais, como aroma, gosto, corpo, carbonatação e visual.

Isso é resultado da oxidação da cerveja, quando o ar entra em contato com o líquido dentro do recipiente. Então saiba que cerveja aberta e oxigênio não combinam!

Caso você esteja comprando uma cerveja no mercado, certifique-se de escolher um rótulo mais fresco, mais próximo da data de fabricação.

Cerveja Lambic armazenada

Mas tenha em mente que alguns rótulos importados demoram a chegar por aqui, por isso vai ser impossível ter uma cerveja  produzida exclusivamente na Bélgica na prateleira de um supermercado brasileiro 2 semanas depois de estar pronta.

Por outro lado existem estilos de cerveja que tem sua validade estendida por décadas, como as Guezes e Lambics, que envelhecem na garrafa e costumam a ter seu vencimento entre 15 a 20 anos.

Como saber se sua cerveja está ruim?

Vários sinais indicam que a garrafa que você acabou de tirar da geladeira pode ter passado do seu auge, um bem claro é a ausência do “psst” ao abrir sua lata ou garrafa.

Esse som, aliado à espuma branca subindo ao topo, mostram que a cerveja está fresca e pronta para o consumo. Mesmo com o barulho do gás e a espuma, se você sentir o gosto da cerveja e achar que ela está sem graça ou um pouco fora do lugar, esse é outro indicador de que ela pode ter estragado.

Ao beber uma garrafa, você pode identificar sinais de alerta antes mesmo de abrir a tampa. Se o rótulo estiver desbotado ou descolorido, ou se estiver empoeirado, há uma boa chance de que a cerveja já tenha passado do prazo de validade. Embora a cerveja ainda esteja ok para beber após a data de validade, ela precisa de um armazenamento excelente para valer a pena beber semanas ou meses depois. 

Se você olhar a base da garrafa e encontrar algum sedimento acomodado confortavelmente no fundo, é melhor evitar beber a cerveja. O mesmo acontece se você encontrar algum vazamento em torno da abertura da garrafa, o que pode sugerir que a garrafa (e inevitavelmente a cerveja dentro) foi submetida a um calor extremo em algum momento.

E por que isso acontece com a cerveja?

A cerveja é uma substância orgânica, o que significa alguns ingredientes que costumam estragar se armazenados inadequadamente. Os três principais culpados que ajudam na deterioração da cerveja são luz, oxigênio e bactérias.

O armazenamento correto pode te ajudar a proteger sua cerveja, esse é um dos motivos pelos quais você costuma ver cerveja armazenada em garrafas escuras — para proteger o líquido dos raios ultravioleta do sol. Esses raios criam uma reação química na cerveja, quebrando seus componentes de sabor até que a bebida cheire e tenha gosto de gambá, o conhecido off-flavour.

Da mesma forma, a superexposição ao oxigênio leva à quebra dos produtos químicos da cerveja, o que pode alterar significativamente o seu sabor. A cerveja engarrafada tem maior risco de exposição ao oxigênio do que a cerveja enlatada, e armazená-la na de pé (na vertical) é uma excelente maneira de minimizar o contato com o ar. 

Podemos consumir uma cerveja vencida?

A resposta é sim, você pode. 

Ao contrário de muitos alimentos que ao passar da data de validade são considerados estragados e não recomendados para o consumo, uma cerveja com o prazo de validade vencida significa que não manterá as características originais de seu estilo. Mas tome cuidado!

Isso significa que em muitas das vezes você terá uma decepção, porque ela pode acabar com um gosto diferente e quem sabe até um pouco de dor de estômago.

Mas vale lembrar que existem as cervejas de guarda, que assim como o vinho podem ser envelhecidas e armazenadas por anos, seja 5 ou 10 por exemplo, e mesmo assim mantém suas características. 

Quanto tempo dura uma cerveja aberta

Depois de aberta e exposta à luz e ao oxigênio, a cerveja provavelmente não permanecerá boa por muito tempo. Quanto mais tempo você deixar uma cerveja aberta, mais você a deixará exposta ao ar e menos carbonatada ela se tornará, ambos os fatos inevitavelmente mudarão seu sabor. 

Se você está se perguntando como armazenar a cerveja após a abertura, sua melhor aposta é selá-la novamente com uma tampa ou rolha hermética para reduzir a oxidação e interromper a perda de carbonatação.

Mas nós recomendamos isso? Não!

Portanto espero que agora você saiba tudo a respeito da validade da cerveja, e caso queira entender também mais sobre como armazená-la, recomendamos a leitura desse artigo.

Boas cervejas!

👇 Gostou do conteúdo? Compartilhe o conhecimento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.