curar ressaca

Está com ressaca? Aprenda seus sinais, como curar e se prevenir

SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

Se divertir com amigos ou com a família é sempre bom. E, por mais que amemos degustar uma cerveja, sempre há o risco de exagerarmos e chegar naquele ponto onde nem estamos mais sentindo o gosto da cerveja!

E, com o exagero vem sempre a ressaca e aquela dúvida de como curar ressaca. Há aquele tipo de pessoa radical que chega a ponto de dizer que, para evitar a ressaca, basta não beber.

Mas, calma, lá, não cheguemos a tanto – e acredito que todos amamos cervejas por aqui, correto?

Por isso estamos aqui para acalmar você dizendo que não é preciso abdicar da sua cervejinha ou do seu uísque nos finais de semana: basta beber com moderação.

Mas, suponhamos que você exagerou na dose (literalmente), e já pensa na baita ressaca que vai lhe atacar no dia seguinte. Então, você se pergunta: “mas, tem como curar ressaca? Tem como evitar ela sem precisar para de beber simplesmente”?

Sim, caro amigo cervejeiro, tem como sim. É o que vamos te explicar no decorrer deste post!

O que é a ressaca?

A ressaca nada mais é do que uma reação a uma intoxicação do nosso organismo devido ao consumo excessivo de álcool. Os muitos órgãos que fazem parte do corpo humano precisam processar o álcool e eliminá-lo de alguma maneira.

É daí que surgem as sensações indesejadas que fazem parte da ressaca, como náusea, ânsia, tontura, e por aí vai.

Ou, em outras palavras, e sendo mais direto ainda, a ressaca é uma crise de abstinência, parece pesado, mas é apenas o seu corpo ainda não acostumado com a ausência de álcool e trabalhando dobrado como se ele ainda estivesse lá.

Por que ficamos com ressaca?

A ressaca ocorre, principalmente, devido ao efeito diurético que o álcool possui, ou seja, provoca uma forte desidratação em quem bebe muito.

A ressaca ainda é causada também em decorrência dos efeitos tóxicos do envenenamento do organismo com o álcool. O álcool simplesmente é metabolizado e distribuído pelas correntes sanguíneas para todas as nossas células.

Quando nos sentimos embriagados e relaxados é porque o álcool chegou ao cérebro. E, é aí que ocorre a intoxicação. O excesso de álcool acaba afetando o fígado, o sistema gastrointestinal, o sistema nervoso central, a percepção e a coordenação motora.

Inclusive, dessas partes do corpo, o fígado é o mais afetado, pois, ele fica com sobrecarga de trabalho, mesmo após pararmos de beber.

Sinais de ressaca

Por afetar o organismo como um todo, a intoxicação causada pela ressaca acaba possuindo diversos sinais que ajudam a identificá-la.

Entre esses sinais estão:

  • Famosa dor de cabeça
  • Desidratação
  • Diarreia
  • Enjoo
  • Cansaço muito forte, muitas vezes, impedindo até que você saia da cama

Como curar ressaca?

Na realidade, não existe bem uma “cura” contra a ressaca, porque ela, em si, não é uma doença. Se for pensar em cura” o mais aconselhável seria simplesmente não ter uma, ou seja, não beber.

Mas, como disse anteriormente, não sejamos radicais, e encontremos outros métodos, não é verdade?

O que, em linhas gerais, você pode fazer é amenizar os sintomas de uma ressaca, fazendo com que ela fique pelo menos suportável, até que passe completamente, o que ocorre geralmente até 24 horas depois do início dos sintomas.

Esses métodos seriam então responsáveis por curar ressaca, por assim dizer.

1. Remédio para curar a ressaca

Com certeza, você já deve ter usado, ou conhece alguém que usou o tão famoso Engov para aliviar os efeitos indesejados e curar ressaca, não é mesmo? E, de fato, ele é eficaz, pois combate a dor de cabeça, indigestão e mal-estar, sintomas muito comuns de uma ressaca.

Fora esse, existem alguns outros que também pode ajudar você nesse processo de “recuperação”, como o Alka-Seltzer, que age diretamente contra a azia, mal-estar, má digestão e a dor de cabeça.

O Paracetamol e a Metoclopramida também são úteis nesse sentido. Só tome cuidado para não tomar Ibuprofeno quando você estiver com enjoo ou má digestão, pois, ele provoca irritação no estômago, o que faz piorar esses sintomas.

Mas atenção, não recomendamos a auto-medicação, a melhor opção é sempre procurar um médico antes de fazer uso de algum remédio.

2. Alimentos e líquidos para combater a ressaca

Fora os remédios farmacêuticos, também temos como aliados para curar ressaca alguns “remédios caseiros”, cuja vantagem é eles não terem contraindicações.

Um bom exemplo disso é, ao acordar com ressaca, tomar uma bela xícara de café preto sem açúcar. Acredite: algo tão simples faz um bem enorme.

Alguns hábitos alimentares ao longo do dia também auxiliam nessa questão. No café da manhã, por exemplo, coma alimentos de fácil digestão, como cereais e torradas. Já no restante do dia, a pedida é comer bem leve, nada de frituras ou gorduras, por favor! Prefira frutas e legumes cozidos.

E, claro, como o álcool provoca uma baita desidratação, o recomendável é tomar muita água, sucos de frutas naturais ou bebidas isotônicas.

Como remédio natural para te ajudar ainda mais a curar ressaca, tente tomar um chá de mil-folhas, também conhecido por mil em rama. Seus ingredientes possuem ação digestiva, diurética, estimulante e desintoxicante. Ou seja, perfeito para você que se encontra de ressaca.

Como fazer? Simples:

  1. Pegue 1 colher de chá de folhas secas de mil-folhas
  2. Coloque numa xícara de água fervente e deixe repousar por 5 minutos
  3. Deixe esfriar e coe o líquido
  4. Beba. É tiro e queda!

Outros chás, ou até mesmo cápsulas e extratos fluidos/tinturas, também são recomendáveis, como os de dente-de-leão, hortelã, gengibre, alcachofra e a espinheira santa.

Todos agem diretamente nos sintomas que acometem tanto o fígado, quanto o estômago, além de causarem uma sensação de relaxamento.

Como evitar a ressaca?

Mas, digamos que você é uma pessoa bastante prevenida e quer saber como evitar uma ressaca até mesmo antes de beber, estou certo?

Então, lá vai: uma ótima solução caseira para se evitar a ressaca é tomar o carvão ativado antes de beber. O carvão vegetal ativado dificulta que o álcool seja absorvido pela mucosa do sistema digestivo, com isso as toxinas não entram na corrente sanguínea, e (bingo!) ressaca evitada.

Quanto à dosagem? O recomendável é tomar 1g de carvão vegetal ativado antes do consumo de álcool e 1g depois mas fique atento porque se o excesso de álcool foi demais, você ainda pode tomar mais 1g antes de se deitar.

Bem, agora que você já se curou da ressaca, confira nosso post ensinando como degustar uma cerveja!

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.