Torta de Banana com Weizenbock

A coluna semanal do Homini lúpulo sobre harmonização me fez pensar quando coloquei uma Eisenbahn Weizenbock na geladeira. Apesar de não ser dos sabores de cerveja que mais me agradam, fica muito claro banana caramelada e uva passas. Foi então que um dia tudo fez sentido: chegou até a mim uma torta de banana com passas. Não tive dúvida: era a hora de beber a weizenbock. E esta degustação foi acompanhada da boa leitura da revista Have a Nice Beer.

Com o sabor doce e leve torrado, ela combinou perfeitamente com a torta, com um toque de açúcar mascavo marcante. A união dos dois açúcares (sem trocadilhos) ficaram mais suaves e agradáveis. Confesso que comer todo este pedaço ou beber toda esta garrafa pode ser um pouco enjoativo, mas juntos, fica delicioso. Os sabores da banana e das passas também se encaixam perfeitamente, parecendo a torta ser a versão sólida da cerveja. Ou seja, a harmonização foi excelente, assim como a leitura.

 

Por: Bernardo Couto, cervejeiro caseiro e editor do Homini lúpulo

👇 Gostou do conteúdo? Compartilhe o conhecimento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

2 Comentários

  1. ADORO esta coluna! E gostei da harmonização, muito bom!!!

    Beijo,

    Babi

  2. Hummm… Bela dica!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.