Roteiros

Roteiros pelos bares de Nova York

Escrito por Carlos Lara
SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

por Andrea Calmon

 

A estadia na Cidade da Maçã se seguiu com a garimpagem a bares com cervejas diferenciadas. As dicas dos amigos e da internet foram úteis, mas me deparei com algumas surpresas. Depois de uma tarde de compras, a primeira parada se deu bem próximo a Times Square, no Heartland Brewery, localizada na 127 West da 43rd Street. É uma rede de brewpubs que nasceu em 1995, quando o movimento cervejeiro americano ainda estava incipiente. A casa oferece uma gostosa seleção de cervejas on tap (torneiras) servidas sempre em copos de 1 pint, meio pint ou em pequenos copos com amostras de 5 diferentes cervejas.

No happy hour do dia seguinte foi a vez do Rattle N Hum, na 14 East 33rd St., entre a 5th Ave e a Madison Ave. São 40 diferentes tipos de cervejas on tap! Neste eu fui de Liefmans Cuvée Brut, Cigar City Cucumber Saison, Stone Sublimely Self Righteous Ale, uma Black IPA e Oaked Arrogant Bastard Ale, essa última já havia virado vício!!! Os preços dos pints variam são sempre de 7 ou 8 dólares.

No dia seguinte aproveitei a visita ao Metropolitan Museum para um pouco de cultura, inclusive a cervejeira. Para quem não sabe, além dos sumérios e babilônios, os egípsios produziam cervejas em quantidades razoáveis, algo em torno de 30.000 barris ao ano e acredita-se que 40% do espaço reservado para armazenagem de grãos eram destinados à cevada para a produção de cervejas.

A importância da cerveja dentro da cultura deles era relevante, associada a deuses e templos, além de ser prescrita como remédio pelos médicos, como mostram vestígios encontrados em pinturas e artesanatos. Eram inclusive guardadas em potes enterrados junto às múmias. Pude então ver os potes utilizados por eles…emocionente!

Depois da visita ao museu, a vontade de terminar a peregrinação do dia me afogando em boas cervejas era muita e segui ao número 200 da 5th Ave em direção ao centro gastronômico denominado Birreria. No andar de baixo uma espécie de mercado com estações de queijos e frios, massas, peixes e frutos do mar, cortes especiais de carnes, vinhos e cervejas! Em cada estação o comensal pode se abastecer de bons produtos para degustar em casa ou sentar-se em mesinhas e pedir as sugestões da casa. Fantástico. Mas eu fui mesmo para me deliciar no andar de cima (reservas são aconselháveis, quase me dei mal!) onde um pub super disputado oferece vinhos italianos e cervejas americanas e italianas, já que o empreendimento tem a colaboração da Dogfish Head, Baladin e Del Borgo. Eles oferecem cervejas em garrafas, “on casks” e “draft beers” (não aconselho os casks).

O resutado foi um happy hour delicioso e divertido. O local é bem movimentado, com teto de vidro e uma vista privilegiada da cidade. A brincadeira saiu por US$ 80.00 (individuais), onde o consumo foi de quatro cervejas on tap em taças, com uma entrada de Cogumelo Portobelo Grelhado com Aspargos e Cebolas ao Balsâmico (US$ 17.00) e uma degustação de queijos para degustação com 7 variedades de queijos a US$ 17.00. Ótimas opções para uma viagem a NY com roteiro cervejeiro incluído!!!

Cheers!

Seja um correspondente Homini LúpuloPowered by Rock Convert

Sobre o Autor

Carlos Lara

Marketeiro e Sommelier de Cerveja. Criei a minha paixão pela cerveja há um tempo, principalmente vendo jogos de futebol e hoje escrevo conteúdos sobre diversos assuntos nas horas vagas.

1 Comentário

Comentar