Garrafa de hidromel

Hidromel: o que é, origem e onde comprar?

Se alguém te oferecer um copo de hidromel e você tiver um breve momento de pânico e se perguntando: “Como acabei na era medieval”, você não está sozinho. O hidromel volta ao destaque no momento em que apaixonados por bebidas alcoólicas decidem trazê-lo de volta à produção e com certeza alguém da sua cidade está produzindo — e vendendo!

Mas você realmente sabe alguma coisa sobre o hidromel, além de suas raízes na cultura medieval? Primeiro, saiba que é bem mais legal beber hidromel nos tempos atuais do que na era medieval, não precisamos utilizar roupas desconfortáveis, segundo, é delicioso.

O que é hidromel?

Em resumo, o hidromel é  uma bebida feita à base de mel e água com ajuda de leveduras e que também pode ser aromatizado com frutas, especiarias, grãos e ou lúpulo. Está situado em sua própria característica entre a cerveja e o vinho. 

Seu teor alcoólico pode variar de 3% a 20% ABV. ,digamos que de 3% a 7% pode ser considerado um hidromel session, ou seja, uma versão mais tranquila de se consumir em termos de complexidade e teor alcoólico, de 7% a 14% é considerado o padrão, e 14% a 20% são chamados de sack, pois utilizam mais mel em sua receita, aumentando a concentração e álcool e trazendo uma bebida mais doce, e forte.

Comparando com outros estilos de bebidas, uma cerveja Pilsen tende a ter entre 4% a 5%, já cervejas IPAs podem ir de 8% até 12%, e o vinho varia de acordo com o seu estilo, sendo que o branco oscila na casa de 10%, e o tinto em média 14%. 

Ficou popularizado por vikings bebendo em chifres, mas também é consumido em taças de vinhos e no mazer, um copo tradicional em formato de tigela mas sem a haste de um copo normal.

Qual o seu sabor?

O hidromel tem um sabor único devido ao mel que é fermentado, mas dependendo dos ingredientes adicionados, pode parecer um vinho de frutas, vinho branco, até mesmo semelhante a uma cidra. 

Os melhores exemplos de hidromel preservam ou amplificam as complexidades de um mel de alta qualidade e adicionam aromas florais, terrosos ou semelhantes ao vinho branco nascidos da fermentação para complementar o sabor do mel.

Ele também pode ser super doce, super seco ou qualquer coisa entre os dois. Um bom lugar para começar é escolher um hidromel aromatizado com uma fruta ou condimento que você sabe que gosta. Se um hidromel é aromatizado com mirtilo e você sabe que gosta de mirtilo, pode esperar provar mirtilos e também um pouco de mel nesse hidromel, e provavelmente vai gostar.

Ele é semelhante à cerveja?

Sim e não. Pode-se dizer que é como uma cerveja mas não é uma cerveja, ou que se parece com vinho mas não é um vinho. O hidromel tende a ser um pouco mais forte do que a cerveja.

Sua semelhança com a cerveja é que o hidromel possui uma variedade de sub estilos “não oficiais”, mas é reconhecido somente pela nomenclatura de hidromel. Você pode produzir estilos diferentes com sabores diferentes, assim como é a cerveja, adicionando por exemplo especiarias, frutas, vegetais. 

Realmente não há limite para a criatividade aqui, assim como a escola belga de cervejas por exemplo. 

Seus sub estilos incluem:

  • Braggot, que é hidromel misturado com cerveja ou malte e lúpulo
  • Melomel, que é hidromel com adição de frutas
  • Great Mead, que é um hidromel destinado a ser envelhecido
  • Cyser, que é um hidromel a base de maçã

Já o seu processo de fabricação se assemelha com o do vinho, pois o vinho utiliza a uva na fermentação, já o hidromel, o seu mel. 

A história do hidromel

Embora o hidromel tenha adquirido reputação graças ao que vimos da bebida ser associada com os tempos medievais em filmes e programas de TV, sua origem é de tempos mais distantes. 

Vikings bebendo

Com sua receita simples de mel fermentado + água, o hidromel foi uma das primeiras bebidas alcoólicas já feitas, anterior mesmo à cerveja e ao vinho, em 3.000 aC. Acredita-se que o hidromel foi criado quando a chuva caiu em um pote de mel, e que as primeiras pessoas a começar a beber e a prepará-lo foram as da província chinesa de Henan. 

Mas é importante ressaltar que existem outras histórias e registros da origem dessa bebida e também da localidade em que isso aconteceu.

O hidromel então tornou-se um produto básico para os gregos, romanos, vikings (aos quais também têm uma forte ligação em referências da cultura pop), poloneses, russos e etíopes, que têm sua própria bebida chamada de tej. Como aponta a Vogue, você pode encontrar mensagens de hidromel em todos os lugares, da Bíblia a Chaucer, Aristóteles e Beowulf.

O hidromel é uma bebida saudável?

O hidromel era associado a boa saúde e vitalidade nas culturas antigas e era chamado de “a bebida dos deuses” na mitologia grega. Acredita-se que o hidromel traz alguns benefícios à saúde por causa de seu principal ingrediente, o mel. Estudos, como o da Healthline, afirmam que o mel tem fortes propriedades antioxidantes e antimicrobianas. No entanto, ainda não há evidências suficientes para apoiar a tese de que o mel ainda tenha essas propriedades mágicas depois de fermentado.

A fermentação por si só pode trazer uma vantagem para a saúde porque esses pequenos microrganismos vivos, chamados de probióticos podem existir no hidromel fermentado naturalmente, mas, novamente, não está claro o quão eficazes ou concentrados eles são, uma vez que outros ingredientes possivelmente usados na fabricação podem afetar ou até matar as bactérias.

Caloricamente falando, também não há muitas informações sobre o hidromel, você pode descobrir uma estimativa inicial: o álcool puro tem 7 calorias por grama sozinho. Uma porção de qualquer bebida alcoólica tem cerca de 14 gramas de álcool, ou seja, mais de 100 calorias. Isso é, antes das calorias do açúcar.

Basicamente, o júri ainda não decidiu, mas, na pior das hipóteses, o hidromel não é menos saudável do que a cerveja e, na melhor das hipóteses, pode ter alguns poderes saudáveis ​​e positivos. 

Como é feito o hidromel?

Os produtores de hidromel começam diluindo o mel com água para que a bebida não fique muito densa com o açúcar para fermentar. Qualquer adição de fruta ou tempero é adicionada após a diluição e antes do início da fermentação. Na verdade, frutas e/ou sucos de frutas podem substituir parte ou toda a água necessária para fazer a diluição acontecer.

A mistura de mel diluída é uma parte obrigatória do processo, porque o aquecimento mata qualquer bactéria indesejada que pode criar sabores indesejados, também conhecidos como off-flavors. 

Normalmente 2 quilos de mel com 3,5 litros de água dão 5 litros (1 galão) de hidromel.

Alguns produtores de hidromel, entretanto, não fazem essa etapa de aquecimento porque acreditam que ela mata alguns dos delicados sabores naturais do mel. Em vez disso, eles contam com essas propriedades antibacterianas para cuidar de qualquer deterioração potencial. 

Em seguida é adicionado a levedura para a etapa de fermentação, bem como as misturas de oxigênio e nutrientes, porque o mel e a água por si só não têm todos os nutrientes de que a levedura precisa para converter os açúcares em álcool.

 Alguns fatores diferentes determinam quão doce ou seco e quão baixo ou alto teor de álcool é um hidromel:

  • Quão diluído é o mel
  • Que tipo de fermento é usado
  • Temperatura de fermentação

Assim que a fermentação acontece (por 4 a 6 semanas), o hidromel envelhece de alguns meses a alguns anos antes de chegar ao mercado. Existem hidroméis carbonatados, que são carbonatados à força ou engarrafados com fermento e um pouco de açúcar — a levedura atua fermentando o açúcar e emite dióxido de carbono, que não tem para onde ir na garrafa lacrada, por isso cria bolhas.

Onde comprar?

Olhe a sua volta! Com a ascensão da bebida, não é tão difícil encontrar produtores em seu estado ou até mesmo em sua cidade, mas lembre-se de algo importante, sempre apoiar seus produtores locais, isso faz com que seu trabalho seja valorizado e que continue produzindo cada vez mais.  

E caso exista algum produtor em sua cidade e você quer fazer questão de exaltar seu trabalho por aqui, sinta-se livre para indicá-lo nos comentários da publicação, ok?

Curso como fazer hidromel
👇 Gostou do conteúdo? Compartilhe o conhecimento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.