Cultura Guia Básico

17 dúvidas básicas sobre cervejas respondidas

dúvidas sobre cerveja
Escrito por Carlos Lara
SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

O assunto cerveja artesanal está cada vez mais falado na boca do povo, isso é um fato. Há também muita desinformação sobre o assunto, o que acaba disseminando informações erradas e gerando mais dúvidas ainda.

Por isso esse post foi feito para tirar as principais dúvidas básicas sobre cerveja e ajudar as pessoas que buscam começar e entender mais sobre o assunto.

Foram separadas e respondidas algumas dúvidas comuns sobre o assunto.

Se você é uma delas, convidamos para ler o conteúdo até o final e também dar os primeiros passos no assunto — para quem sabe ler mais conteúdos do nosso blog no futuro, ok?

Então vamos lá.

1. Podem se conservar cervejas?

Sim, evidente! Os maiores vilões são luz e temperatura. Portanto, guarde em lugar escuro e com pouca oscilação de temperatura. É importante que ela também seja mantida em pé.

De uma maneira geral, cervejas mais alcoólicas e lupuladas resistem por mais tempo. Existem, assim, as chamadas “cerveja de guarda”, que ganham complexidade com o tempo.

Ela costuma ganhar em complexidade do malte e perder o frescor e amargor do lúpulo. Cervejas mais leves devem ser consumidas frescas.

2. É possível fazer cerveja em casa?

Claro!

Como o pão, a cerveja é produzida de forma artesanal há milênios, literalmente. Mas não é tão simples quanto aparenta ser e suas etapas envolvem muita pesquisa, treinamento e conhecimento — que só a prática trará.

Existem 7 etapas para isso que colocamos em um pequeno infográfico:

como fazer cerveja artesanal

Há diversos cursos que ensinam a fazer, bem como lojas que vendem equipamentos e insumos, temos um artigo todo dedicado ao assunto e também oferecemos um curso de cerveja caseiro.

3. A cerveja faz bem ou mal à saúde?

Como tudo na vida, depende da quantidade.

Até água e comida saudável podem gerar males à saúde, concorda?

O levedo da cerveja, por exemplo, traz benefícios, elas são ricas em vitaminas do complexo B e são hidratantes.

Agora, o consumo de álcool, em excesso, é prejudial à saúde. É interessante ressaltar o bem para a saúde mental, resultado do relaxamento e maior interação social que a bebida proporciona.

Assim, tudo é uma questão de equilíbrio e saber dosar a quantidade de cerveja consumida é o ponto fundamental.

4. A cerveja engorda ou dá barriga?

Trata-se de uma bebida calórica, sem dúvidas. Em excesso afirmamos para você que ela pode sim engordar.

Uma sugestão é evitar o consumo de carboidratos enquanto se consome cervejas.

Pois como acabamos de dizer, tudo em excesso pode ser prejudicial a saúde.

5. Qual é a melhor cerveja do mundo?

Não existe uma melhor, o gosto é pessoal. Há competições mundiais, em que as cervejas são julgadas dentro  dos seus estilos, então dizer que alguma é a melhor do mundo envolve uma questão muito subjetiva.

Porém, não há disputa entre os estilos, logo, não há a busca pela melhor.

Além disto, cada concurso traz diferentes vencedores, prova que não há unanimidade. A rara Westvleteren 12 é considerada por muito a melhor, mas não existe consenso e nenhuma pesquisa.

6. Qual é o país que mais produz cerveja?

Por incrível que possa parecer, a China é a maior produtora em termos de volume, seguida dos Estados Unidos e também do Brasil. A Repúplica Tcheca é onde há o maior consumo por pessoa.

Mas esses números podem constantemente mudar tendo em vista que o fator econômico e novas tendências tendem a ditar a produção dos países.

7. Existem livros sobre cerveja?

Sim, diversos.

Autores como Micheal Jackson são famosos no mercado literário internacional. No Brasil ainda há poucas opções comparado ao que é visto nos Estados Unidos, onde se encontram as revistas mais influentes e especialistas no assunto cerveja.

Também chegamos a listar alguns dos livros sobre cerveja para se inspirar, onde citamos alguns que contém histórias e outros voltados para a produção de cerveja.

Por aqui, temos a Larousse da Cerveja e o Cerveja e Filosofia, que se destacam.

Lúpulo em pellets: responsável por aroma e amargor

8. Quais são os ingredientes utilizados na fabricação das cervejas?

Basicamente, a cerveja é composta de malte, lúpulo, fermento e água, os 4 elementos básicos da cerveja.

O malte pode ser de cevada, trigo ou centeio, com utilização mais comum da cevada. Há também diversos adjuntos que podem ser usados, seja milho e arroz, como nas cervejas de massa, bem como especiarias, frutas, grãos não malteados, entre outros ingredientes.

Quando se trata de cervejas, as possibilidades são muito vastas.

9. Qual é a cerveja de maior teor alcoólico?

Essa é uma marca que está sempre sendo superada e os produtores em si têm orgulho de conquistar tal feito. O posto de cerveja com maior teor alcoólico do mundo já foi ocupado por algumas marcas, mas em 2018/19 quem ocupa esse lugar é a Koelschip Mystery of Beer.

Uma cerveja com nada mais nada menos do que 70% de teor alcoólico, produzida pela Brouwerij Koelschip.

10. Qual o melhor jeito de beber: copo, latinha ou garrafa?

O copo tem a vantagem de contato visual com a cerveja, que é importante para a degustação como um todo e para nossa sorte existem diversos tipos de copos.

O aroma também pode ser mais perceptível no copo, bem como a formação de espuma fica mais favorável no mesmo devido a combinação do estilo da cerveja e o formato do copo.

Por isso em nossa recomendação final, o copo é o recipiente ideal para se consumir cerveja.

11. Porque algumas cervejas são escuras?

Por que nelas são usados, também, maltes torrados que geram esta coloração, por isso esse é um dos principais papeis do malte, além do dulçor, corpo, retenção de espuma e filtragem.

Existe uma medida exclusiva feita para saber qual a coloração da cerveja e é chamada de EBC.

Há algumas cervejas comerciais que são escurecidas com caramelo, com o caso das Malzbiers.

Malte de cevada claro misturado ao escuro, que é torrado

12. Por que os ingleses bebem a cerveja quente?

Essa é uma das coisas mais repetidas quando se fala de ingleses.

Eles bebem cerveja em temperatura ambiente, de uma maneira geral, mas note que a Inglaterra não é famosa pelo calor, não é mesmo? É interessante ressaltar, também, que as cervejas do estilo Lle devem ser consumidas, de uma maneira geral, em temperaturas mais altas para que se aprecie sua maior complexidade.

Também é muito comum que elas sejam consumidas nas public-houses, também conhecidas como pubs.

13. Quanto mais escura a cerveja maior é o seu teor alcoólico?

Não há qualquer relação entre coloração e teor alcoólico. Nenhuma!

Nem é verdade a história que cerveja escura é mais amarga, cada receita é de um jeito e historicamente as cervejas escuras são produzidas com um teor alcoólico elevado, mas sem nenhuma obrigação.

14. O que é o malte?

É o grão que tem sua germinação interrompida, deixando ele rico em açúcares e enzimas, que durante a produção vão quebrar estas moléculas de açúcar em outras menor complexas.

Estas serão fermentadas, se transformando em álcool e CO2.

Tem um papel extremamente importante na cerveja e as cervejas chamadas de puro malte são utilizadas como um padrão ideal de produção, com base na Reinheitsgebot.

15. O que são cervejas de fruta?

São cervejas que levam frutas na receita, aliada aos tradicionais insumos já citados.

São mais comuns na Bélgica, com fermentação espontânea, deixando a fruta refermentar a cerveja. São conhecidas como fruit lambics.

A fruta pode ser usada apenas para dar sabor, ou um toque particular na cerveja. Há no Brasil cervejas produzidas com frutas, como a Vivre pour Vivre, da Falke Beer, e a Bacuri, da Amazon Beer.

16. Existem cervejas ICE?

A resposta é definitivamente não. Ice é uma bebida que está mais próxima de ser um destilado por ter vodka em sua receita.

O mais próximo que podemos checar com a cerveja é sobre a técnica alemã de deixar a cerveja congelar no tanque e retirar o gelo. Assim, aumenta-se o teor alcoólico da mesma.

Um exemplo disto é o estilo Eisbock.

17. Quais são as cervejarias reconhecidas do Brasil?

Temos diversas cervejarias brasileiras premiadas internacionalmente e estamos em um mercado onde se produz cada vez mais cervejas e são criadas novas cervejarias.

Podemos dizer que em qualidade são destacadas cervejarias como Eisenbahn, Bamberg, Koala San Brew, Colorado, Bodebrown, entre outras.

O país está crescendo em qualidade e variedade.

 

aprender a fazer cerveja em casaPowered by Rock Convert

Sobre o Autor

Carlos Lara

Marketeiro e Sommelier de Cerveja. Criei a minha paixão pela cerveja há um tempo, principalmente vendo jogos de futebol e hoje escrevo conteúdos sobre diversos assuntos nas horas vagas.

19 Comentários

  • Hehehe… Coitada da menininha que respondeu às perguntas na maior boa vontade…
    Bernardo, só acredito que há um erro de interpretação no seu texto… Posso estar falando besteira, mas acredito que todo malte é torrado (ou não?), o que determina a cor a a intensidade a torrefação! Ou estou errado, maltes claros passam apenas por secagem?

    • Paulo, todo malte passa por secagem. A forma deste processo é que determinará a cor que vai conferir à cerveja. Somente os maltes torrados são, de fato, torrados hehehehe

      Abs!

      • Só para incomodar, sem que isso piore a cerveja. Todo malte é torrado, porque torrar, ao contrário do que inicialmente pensamos, é o ato de ‘secar bem’ com o auxílio do calor do fogo ou, por exemplo, do sol. Amêndoas doces devem ser torradas tão levemente que ‘malmente’ secam.
        Gostei muito do artigo, parabéns Bernardo!

      • Fernando, depende do que você entende como torra, né? De fato, pode-se dizer que todos são levemente torrados ou não hehehe Bem conclusivo!

        Mas fato é que ele é seco pelo calor. Considerar isso torra ou não tem uma certa ambigüidade.

        abs!!

  • Outra questão é que a fermentação das lambics não acontece “espontâneamente” (muito menos instantâneamente), nem é a fruta que fermenta ou refermenta a cerveja. A fermentação nessas cervejas ocorre por ação de leveduras (e bactérias também) que estão presentes no ar ou na casca das frutas.

  • Gostaria de saber de você, se as cervejas comercias de massa, tais como uma itaipava, o malte delas é de 50% mais 1 de cevada e o resto de arroz e milho (que barateiam o produto).
    Obrigado.

    • César

      Só quem pode te dar essa resposta é a própria cervejaria. A lei define que 65% do carboidrato deve ter origem no malte de cevada. De resto, cada um faz como acha. Mas não coloque a Itaipava num patamar inferior as da Ambev, pois estão todas no mesmO esquema

      Abs

  • Item 8 – Sim! Há revista sobre cerveja no Brasil. Ela se chama Revista da Cerveja. A periodicidade é trimestral. Recomendo a leitura a todos os interessados no assunto. Não vão se arrepender.

  • Bernardo,
    gostei muito da matéria, aliás, concordo com você incondicionalmente, seu posicionamento a estas questões foi muito bem feito.
    Acredito que a entrevistadora seja mais uma curiosa e com a necessidade de escrever uma matéria e ainda com simples intensão de se bater “metas” provavelmente imposta pelo seu editor chefe do que uma estudiosa ou apreciadora do produto em questão.
    Sinceramente, vir a indagar tais questões como a terceira questão (3- A cerveja faz bem ou mal a saúde), a quarta questão (4- A cerveja engorda ou da barriguinha); estas questões que ressaltei são as sempre questionadas por aqueles que não são adeptos ao consumo de cerveja ou outras bebidas alcóolicas.
    A outra questão que muito me chamou a atenção, foi a 18ª (18- Existem cervejas ICE); uma duvida minha agora é da onde partiu o ímpeto desta criativa questão. Partiu de uma curiosidade desta que fez a mesma pergunta, de leitores interessados afim de consumo e buscando assim poucas calorias ou buscando um chá com certo nível de teor alcóolico e popularidade ?
    Sinceramente, esta foi a melhor e hilariante!
    Parabéns, muito sucesso e abraços !

  • na verdade eu tenho uma pergunta , é necessário retirar o bagaço do malte antes da fervura? se não o fizer que resultado terei?
    obrigado.

Comentar