Cream Ale

Cerveja Cream Ale: conheça esse estilo!

Nos anos 1800, os cervejeiros americanos criaram um estilo de cerveja que confundia os cervejeiros do passado, do presente e do futuro: a Cream Ale.

Apesar do nome, não há creme na cerveja. E em comparação com muitos outros estilos, esse tipo de cerveja não é nem excepcionalmente cremoso — como o nome nos leva a pensar.

Então, o que é uma Cream Ale? 

Ornitorrinco

Podemos dizer que ela é como um ornitorrinco, aquele animal fofinho, pois ele é um ser único na natureza, um mamífero que bota ovos e também carnívoro com hábitos aquáticos. Uma confusão!

Essa cerveja está em algum lugar entre ser uma Ale e Lager, e foi também um dos primeiros estilos de produção em massa da América do Norte, junto com o California Common e ainda mantém popularidade hoje graças a marcas como Genesee, fabricantes da famosa Genesee Cream Ale.

Até mesmo o BJCP (Beer Judge Certification Program), entidade de classificação das cervejas, descreve a impressão geral do estilo como:

Uma cerveja americana limpa, bem atenuada e saborosa. Fácil de se beber e refrescante, com mais personalidade e corpo do que as típicas Lagers americanas.

Você pode ler toda a sua definição (em inglês) no site do BJCP.

Vamos quebrar alguns mitos sobre o estilo e como ele se tornou um clássico no Noroeste dos Estados Unidos.

O que é uma Cream Ale?

Apesar do nome, Cream Ale não contém laticínios ou lactose. Não vai ter gosto de Milkshake IPA. Tradicionalmente, é na verdade mais relacionado a uma Lager mesmo com “Ale” em seu nome. Curioso né.

A palavra Cream (creme) é simplesmente jargão de marketing, possivelmente referindo-se ao sabor sedoso ou à riqueza da cerveja.

Em termos de sabor, esse estilo é quase como um Kölsch mais rechonchudo, às vezes usando adjuntos de milho para criar uma sensação suave na boca. É uma Ale de cor amarelo palha e corpo leve (embora às vezes seja feita com fermento de Lager), com poucas notas maltadas (perfil moderado a leve), assim como o seu lúpulo, que por muitas vezes o aroma e amargor são muito baixos. Possui um final seco e normalmente gira em torno de 5% ABV.

No livro Radical Brewing, o autor Randy Mosher escreve: “Algumas das primeiras propagandas da cervejaria indicam que as Cream Ales costumavam ser uma mistura de Old Ale com Lager ”.

A sensação suave na boca, equilibrada com alta carbonatação e baixo ABV, deixa a cerveja com uma alta drinkability, que significa a facilidade de se beber por muito tempo uma cerveja. 

  • IBU: 8 – 20
  • SRM: 2.5 – 5 / EBC: 3.9 –  9.8
  • OG: 1.042 – 1.055
  • FG: 1.006 – 1.012
  • ABV: 4.2% – 5.6%

O que há de especial na Cream Ale?

Este é um estilo antigo, criado na século XIX por cervejeiros americanos para rivalizar com a popularidade das cervejas europeias. Em um golpe de engenhosidade, aqueles primeiros cervejeiros americanos pegaram o perfil essencial das cervejas e adicionaram um pouco mais de sabor.

Por ser uma invenção exclusivamente americana, esta cerveja é classificada como uma cerveja de estilo americano. No entanto, é mais uma interpretação de English Milds e Bavarian Lagers, e desde então foi refinado por cervejeiros canadenses.

Como muitos outros estilos de cerveja tradicionais, a Cream Ale usa lúpulos da velha guarda como Cluster, Brewer’s Gold e Liberty.

Por que as pessoas gostam da Cream Ale?

Como uma cerveja leve, essas Ales são bastante acessíveis. A formação de grãos de maltes claros (e às vezes milho em flocos) combina bem com comidas salgadas, ou como uma cerveja para beber de leve depois de um dia puxado.

Dizem que manifesta sentimentos de nostalgia e regionalidade em certos locais dos Estados Unidos, como no Noroeste e Centro-Oeste, região conhecida como Rust Belt (Cinturão de ferro). E embora tenha uma história nebulosa, é algo que as pessoas valorizam descaradamente.

A Cream Ale tem uma característica de cerveja de entrada, que ajuda as pessoas a experimentarem outro estilo além do Pilsner mas sem ter um elevado grau de estranheza. Imagine apresentar uma Double Ipa para quem só bebe Original? Não faz tanto sentido assim. 

Quais são alguns exemplos?

new glarus cream ale

Talvez a Cream Ale mais famosa de acordo com especialistas seja a Genesee Cream Ale de Rochester, Nova York, que foi lançada em 1960 e tem tido um público inabalável desde então.

Por causa do estilo vagamente definido, houve várias interpretações do estilo, variando de imperial a frutificada. Mas por aqui no Brasil não é um estilo muito comum de ser encontrado, você verá rótulos de fora e poucos nacionais.

Aqui estão mais algumas Cream Ales para conferir:

Espero que o conteúdo tenha sido útil e que você possa se aprofundar mais nos estilos de cerveja que existem por aí.

👇 Gostou do conteúdo? Compartilhe o conhecimento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.