Começar a beber cerveja

Como começar a beber cervejas artesanais: o guia para iniciantes

O principal objetivo por trás de uma garrafa de cerveja é ajudá-lo a relaxar ou aproveitar a presença de pessoas queridas, mas se você não conhece muito sobre o universo das cervejas artesanais sua experiência pode ficar limitada a apenas ficar bêbado com amigos (que não é nada de errado).

Porém, existe um universo de cervejas incríveis que podem transformar sua experiência, imagine escolher entre uma ampla variedade de Ales a Witbiers, Goose a IPAs e Saisons a Pale Ales.

Este guia tem como objetivo ajudar você a navegar no seu mundo, desde fazer a escolha certa até evitar ressacas. Você vai saber quando e como as cervejas funcionam, para que nunca precise se preocupar com experiências horríveis.

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre ser uma pessoa maior de idade e que quer explorar novas possibilidades. Porém se você tem menos de 18 anos aconselhamos que espere um pouco antes de começar a degustar cervejas! 

Abrace a espuma que há em você 

Já se perguntou por que muitos entusiastas da cerveja gostam de ter sua cerveja com espuma? Não é que eles não possam esperar que as bolhas desapareçam, mas sim porque a espuma é uma amiga e você deve tratá-la como tal.

Sim, é o resultado do CO2 borbulhando na superfície da sua bebida e ajuda a adicionar um aroma clássico à cerveja, portanto aprecie uma cerveja com a quantidade ideal de espumas, popularmente conhecido como “2 dedinhos de espuma”. 

Cerveja gelada ou fria?

O frio pode ser um aliado ou inimigo, dependendo de como você pretende resfriar sua bebida. Aqui está o que você precisa saber sobre como obter o melhor dele.

Frio é a temperatura a atingir ao beber cerveja. As cervejas tendem a perder seu aroma e sabor em temperaturas extremamente geladas. A apropriada temperatura para servir a cerveja está entre 3 a 12 °C. Você teria que ajustar a sua dose de acordo com a intensidade e o estilo da bebida.

Considere beber bebidas mais fortes e mais escuras em temperaturas menos geladas do que as bebidas mais claras e mais leves. Uma dica profissional a ser lembrada ao resfriar sua cerveja é nunca congelar a garrafa ou copos. Isso pode alterar a espuma e o sabor da cerveja, pois ela absorve sabores estranhos da geladeira.

Na Europa ou EUA é mais comum que se beba cervejas menos geladas do que no Brasil porque vivemos em um país tropical e amamos uma cerveja estupidamente gelada, especialmente se estamos bebendo cervejas comerciais, portanto às vezes pode fazer sentido beber cervejas mais geladas.

Mas se você está consumindo um rótulo especial, tenha em mente que a cerveja menos gelada vai te proporcionar uma experiência mais rica em aroma e sabor! 

Priorize qualidade em vez de quantidade 

Sim, jovem gafanhoto, todos já tivemos momentos em que o objetivo de tomar uma cerveja era simplesmente ficar bêbado ou em um churrasco em que não tínhamos muita opção de boas cervejas…porém,  na maioria das vezes, não é uma boa ideia colocar a quantidade à frente da qualidade e, no mundo da cerveja, essa regra de ouro ainda existe.

Evite comprar marcas comuns, especialmente quando você quer relaxar. A vida, faculdade e trabalho já podem ser bem estressantes, você merece uma recompensa depois de uma semana agitada, e um bônus é que as cervejas de alta qualidade não são muito mais caras do que as populares. 

📚 Aprenda a degustar cervejas como um profissional

A arte de servir cerveja

Há uma grande chance de você estar enchendo o seu copo do jeito errado. É um ato no qual muitos bebedores falham sem saber. Lembra que falamos sobre valorizar a espuma? 

Comece inclinando seu copo ou taça em um ângulo de 45°. Não, não na vertical, isso vem depois. Encha o copo com a cerveja até que esteja meio cheio. Agora você pode colocar o copo na vertical e despejar a cerveja com o copo totalmente na vertical, em busca daquela camada espumosa.

Servindo cerveja

Evite a ressaca do dia seguinte com água

Especialmente em festas e churrascos, é normal esquecer de se hidratar e focar só na bebida. O resultado? Uma ressaca de britadeira na manhã seguinte.

Se tem algo que podemos aprender com as pessoas que bebem vinho é que você pode amenizar a dor de cabeça bebendo água. Sim, é simples assim. Considere beber um copo de água para cada garrafa de cerveja que você toma na noite anterior, e você não vai acordar com um zumbido alto em sua cabeça. Aqui está o porquê.

O álcool, assim como o café, é um diurético e pode fazer com que você vá ao banheiro com mais frequência. Portanto, você precisa se manter hidratado para evitar a ressaca e a sede do dia seguinte. O zumbido e a dor que você sente pela manhã são o seu corpo dizendo que precisa de água!

📚 Aprenda como curar a ressaca

O que você deve saber sobre os diferentes estilos de cerveja

Bem temos um conteúdo completo sobre estilos de cerveja e vários blog posts específicos sobre os mais variados estilos, aqui está um resumo sobre alguns tipos de cerveja.

Para começar, as cervejas são divididas em algumas grandes famílias, sendo as principais a família Lager, de cervejas de baixa fermentação, mais claras e padronizadas, originárias da Alemanha, República Tcheca e região.

Já a família Ale, de alta fermentação, é a responsável por brincar com os sabores das cervejas, produzindo rótulos com mais liberdade e criatividade, onde se destacam principalmente as cervejas Belgas, Americanas e Inglesas.

E por fim as cervejas de fermentação espontânea, que são aquelas que utilizam o meio ambiente para realizar sua fermentação e podem levar anos até chegar ao seu copo, como as Lambics.

Aqui estão alguns exemplos de estilos populares e que você deveria começar por eles!

Pilsner (ou Pilsen)

Criada em 1842, na cidade de Pilsen, na região da Bohemia (República Tcheca), possui coloração dourada brilhante, aroma de biscoito e pão do malte, amargor moderado e sabor do lúpulo condimentado e floral, geralmente provenientes do clássico lúpulo tcheco Saaz. Os aromas e sabores de malte e lúpulo são bem equilibrados.

Aqui no Brasil temos algumas cervejas desse estilo popularizadas, mas que não seguem bem a sua receita, e quando bebemos uma Skol e uma Urquell, é como se fosse um soco.

📚 Conheça a cerveja Pilsen e seus principais rótulos

IPA 

As IPAs têm a reputação de ser a opção mais forte, se você não tem o costume de beber cervejas não comerciais sugerimos que comece bebendo IPAs com calma. Um aroma e sabor lúpulo e frutado tornam esta cerveja uma escolha popular entre amantes da cerveja! 

Muitas pessoas quando experimentam de primeira, entendem que a IPA é uma cerveja amarga.

Aqui você pode utilizar a Heineken como parâmetro, pois se ela é tranquila para você, é um bom sinal de que gostará de cervejas mais lupuladas!

📚 Cerveja IPA: Tudo o que você precisa saber sobre a India Pale Ale

Stout

É ouvir o nome Stout e uma marca famosa sempre vem à mente de muitos cervejeiros: Guinness. Esta cerveja é mais tem como característica seu forte sabor cremoso e clássico, tendo muitas vezes receitas que datam de séculos atrás.

Nela é muito comum você encontrar notas de café, e se você conhece ou se lembra da Caracu, saiba que a Stout não tem nada a ver com ela, são tipos de cervejas bem diferentes.

Brown Ales

Um excelente companheiro para noites, as Brown Ales são as campeãs mais escuras e caramelo do mundo da cervejaria. Essas cervejas tendem a ser amargas em comparação com os sabores maltados e de nozes de suas contrapartes europeias.

Cervejas puro malte não são tudo! 

Por último mas não menos importante, lembre-se que cervejas puro malte não são tudo, existem excelentes cervejas que não são Puro Malte mas são excelentes, em contrapartida existem cervejas Puro Malte que não são grandes coisas… 

Basicamente, cervejas puro malte são aquelas que possuem apenas o malte como fonte de açúcar, ou seja, não há adição de cereais não maltados em sua produção.

As cervejas puro malte ficaram muito famosas no Brasil por serem cervejas de qualidade porque a maioria das cervejas populares começaram a ter uma quantidade muito grande milho adicionadas à sua composição, o que realmente fez com que as cervejas perdessem qualidade. 

Portanto, para cervejas populares, ser uma cerveja puro malte pode realmente trazer um indicativo de qualidade porém para cervejas realmente especiais isso não se aplica, você pode consumir várias cervejas especiais com os mais diversos ingredientes dando toques únicos pra sua degustação! 

O próximo passo para um amante de cerveja 

É muito comum que pessoas que começam a experimentar cervejas realmente especiais queiram tomar um próximo passo para produzir sua própria cerveja artesanal. 

Como já falamos anteriormente, o universo da cerveja é realmente apaixonante e degustar uma cerveja feita por você mesmo é extremamente gratificante. 

Por isso te convidamos a ler o nosso blog post sobre como degustar artesanal!

👇 Gostou do conteúdo? Compartilhe o conhecimento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.