Fazer cerveja caseira: 5 erros básicos (e como evitá-los)
Garrafas de cerveja explodindo

Fazer cerveja caseira: 5 erros básicos (e como evitá-los)

Coleção de livros na Amazon

É muito comum que o interesse (ou curiosidade) por fabricar cervejas caseiras cresça e se torne uma paixão de muitas pessoas — e nós torcemos muito para que isso aconteça.

Os motivos para isso são inúmeros, pessoas que querem economizar dinheiro, querem ter o prazer de produzir sua própria bebida e de certo modo se sentir como nossos ancestrais, que desbravaram o processo de produção.

Mas nem tudo são flores, e essa empolgação e entusiasmo iniciais podem fazer com que cervejeiros(as) de primeira viagem se adiantem um pouco e pulem etapas importantes na produção da cerveja. Erros são inevitáveis, por isso leve-os em consideração como uma forma de aprendizado ao se produzir cerveja.

De certo ponto podemos falar que cometer erros é um bom sinal, menos quando você joga litros pelo ralo, não é mesmo? Eles fornecem uma oportunidade de aprender, refinar e, por fim, obter mais conhecimento sobre o processo de produção. Mas ninguém quer perder seu tempo ou dinheiro. É por isso que aprender o máximo possível sobre a fabricação de cerveja é essencial para todo iniciante. 

Não garanta apenas que está produzindo uma cerveja, mas sim a melhor das suas cervejas a cada produção. 

Por isso vamos citar a seguir alguns alguns dos erros comuns que os cervejeiros(as) de primeira viagem cometem. Se você pretende começar a fazer cerveja, preste atenção em cada um deles e se prepare bem.  Agora se já faz cerveja, listamos aqui erros que produtores costumam cometer depois de produzir sua primeira cerveja.

Aprenda como evitá-los agora!

1. Muita coisa, mas cedo demais

Tentar imediatamente criar uma cerveja difícil ou ter como objetivo um lote muito grande é uma receita certa para o desastre para qualquer pessoa recém-chegada à fabricação de cerveja artesanal.

Iniciantes empolgados têm o hábito de mirar alto. Isso é bom, mas a produção de cerveja é uma fermentação no fim das contas, e assim como essa etapa, você precisa deixar que o tempo traga experiência e se desenvolva como cervejeiro(a). 

Isso faz parte da diversão. É onde você aprende mais sobre o ofício.

Os iniciantes devem começar com uma receita simples e planejar uma pequena quantidade. Tente planejar com antecedência e saber de qual equipamento você precisará, antes de descobrir no meio do lote que está faltando alguma coisa. Não se mate rápido demais. 

Você terá muito tempo para preparar cerveja. Comece devagar, aperfeiçoe sua técnica e depois dimensione de acordo. Paciência é essencial nesta fase. 

2. Ignorar a higienização e sanitização.

A higienização e sanitização adequadas são as práticas mais importantes no processo de  fabricação de cerveja caseira. A fermentação é a chave para a fabricação de cerveja, e existem formas boas e ruins de fermentar uma cerveja, e a limpeza passa por tudo.

Mãos, superfícies e equipamentos sujos podem contribuir para a introdução de bactérias e outros ingredientes que podem arruinar seu lote. Isso acontecerá se você não limpar seu equipamento, e isso já aconteceu comigo algumas vezes, não queira ter que jogar todo o seu trabalho fora.

Cervejeiros experientes limpam todos os seus equipamentos e superfícies de fermentação durante todo o processo de fermentação. É recomendável que você obtenha uma solução sanitizadora feita especificamente para fabricantes de cerveja. Materiais de infusão riscados e danificados também devem ser substituídos imediatamente, pois eles tendem a armazenar mais bactérias. 

Isso realmente não pode ser subestimado. É absolutamente necessário limpar seu equipamento se quiser que seu trabalho se transforme em uma excelente cerveja.

A menor dos micro-organismos pode causar um estrago imenso na sua produção, alterando fatores como o sabor e a cor da cerveja, portanto, tenha muita atenção nesse ponto e confira também nossas dicas para o processo de sanitização.

3. Utilizar água de baixa qualidade

A água é o ingrediente fundamental da produção, o mais simples, barato e importante. Mas muitos cervejeiros(as) de primeira simplesmente utilizam água da torneira sem nenhuma verificação para sua primeira produção. E isso pode contaminá-la.

Estamos falando do elemento que prepara o terreno para qualidade e sabor da cerveja, por isso, pense na água como sua tela em branco. A água da torneira é tudo menos uma tela em branco, pois contém cloro, sólidos dissolvidos e qualquer outro número de contaminantes que afetam muito o sabor. 

Pessoalmente, prefira utilizar água mineral ou filtro de carvão ativado, isso pode evitar a presença de clorofenol em sua cerveja, quando ela tem contato com cloro e fica com um gosto de esparadrapo. 

4. Deixar de seguir as instruções

Cervejeiros experientes têm uma coisa importante em comum,  a precisão. 

Embora não haja falta de tentativa e erro na fabricação de cerveja, você ainda precisa ter um conhecimento sólido dos fundamentos da fabricação de cerveja antes de experimentar. Os iniciantes geralmente não conseguem fazer medições precisas dos ingredientes, normalmente o resultado da impaciência ou da falha na leitura cuidadosa das instruções.

O açúcar extra pode carbonatar uma bebida fermentada e mesmo ingredientes vencidos recentemente podem azedar um lote. Quer você comece com os elementos básicos da cerveja ou combine ingredientes individualmente, é aconselhável seguir sua receita de perto e com precisão, bem como fazer anotações ao longo do caminho. 

Assim, você registra uma receita de sucesso e passa a seguir suas próprias anotações, melhorando cada vez mais a qualidade de sua cerveja.

5. Negligenciar o controle de temperatura

O controle de temperatura adequado é vital para a produção de cervejas da melhor qualidade. Iniciantes geralmente deixam de monitorar as temperaturas durante o processo de fermentação, que pode ser afetado por um ambiente  muito quente ou frio.

O processo de fermentação aumenta a temperatura da produção, e a temperatura excessiva pode aumentar o teor alcoólico e adoçar as cervejas. Os termômetros são os melhores amigos do cervejeiro doméstico, então certifique-se de ter um. 

A embalagem do fermento quase sempre inclui faixas de temperatura ideais para fermentação e armazenamento, bem como outras instruções pertinentes, portanto toda atenção é pouca aqui.

Por último, não menos importante, você deve adquirir o hábito de monitorar o mosto enquanto ele cozinha, já que é conhecido por criar uma grande bagunça quando fervido demais

6. Definir expectativas irracionais

Seria difícil encontrar um cervejeiro experiente que não produzisse sua parcela de lotes abaixo do ideal — principalmente quando eles estavam apenas começando. Lotes ruins acontecem. É simplesmente uma parte do trabalho. 

Acredite em mim, você deveria ter experimentado minhas primeiras tentativas de fazer cerveja. Mentira, elas foram péssimas.

É por isso que você deve fazer muitas anotações documentando o que você fez durante o processo, bem como, possivelmente, o que poderia ser melhor. Faça estas alterações: refine, aperfeiçoe e tente novamente.  Sempre há fatores intangíveis durante o processo, mesmo quando se segue as instruções para atingir seu objetivo.

Mas, por outro lado, você rapidamente perceberá que seus primeiros lotes estão melhorando, especialmente quando você começa com receitas caseiras para iniciantes. 

Lembre-se: Erros acontecem. A prática leva à perfeição.

O sucesso da produção caseira se resume a ter paciência, seguir instruções, usar os ingredientes adequados e compreender as próprias limitações. Eu recomendaria que qualquer novo cervejeiro(a) aproveitasse todos os recursos disponíveis.

Quer seja um simples livro sobre cerveja, uma leitura de tutoriais aprofundados como por exemplo John Palmer ou ingressar em um clube de cervejeiros caseiros, é sempre aconselhável escolher pelo conhecimento de qualquer pessoa que possa lhe oferecer algumas dicas. 

E o mais importante, como todos os hobbies, preparar cerveja deve ser divertido e esperançosamente, evitar os erros listados acima ajudará a mantê-lo tão recompensador quanto deveria ser.

Agora, convidamos você para ler nosso artigo sobre erros intermediários cometidos por produtores de segunda viagem para frente!

Biblioteca de livros (1)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.