Como fazer

Priming e Carbonatação da cerveja: aprenda como fazer

priming e carbonatação
Escrito por Carlos Lara

O processo de priming da cerveja é uma preocupação frequente dos cervejeiros artesanais. Isso porque o priming é a última etapa da produção da cerveja e determinará o sabor e a quantidade do produto final, ou seja, você deve evitar cometer erros.

Se o seu desejo é aperfeiçoar o processo e produzir cervejas artesanais melhores, você está no lugar certo. No artigo de hoje, você descobrirá como fazer o cálculo do priming, a influência do açúcar e do gás quando é feito o envase.

A primeira coisa será entender o que é o priming da cerveja e porque ele é utilizado ao longo da produção. Continue a leitura e saiba mais!

O que é o priming da cerveja?

O priming é uma técnica que utiliza açúcar fermentável dentro de uma garrafa com o objetivo de provocar uma nova fermentação na cerveja a partir das ações de leveduras, gerando CO2 e consequentemente a carbonatação.

É por isso que se faz necessário um cálculo (que explicaremos melhor a seguir), para que o procedimento funcione com eficácia. O primeiro passo é definir os parâmetros de decantação. São eles que ditarão a quantidade de espuma ideal e o estilo da cerveja, bem como a carbonatação, que pode ser alta ou baixa.

Como fazer o cálculo do priming ideal?

O primeiro passo é transferir a cerveja para um balde limpo. Feito isso, é hora de medir o volume do líquido em litros. Depois multiplique por 6 este valor e você terá, em gramas, a quantidade de açúcar ideal. Por exemplo, se tiver 30 litros de cerveja, você precisará de 180 gramas de açúcar.

Antes de misturar o açúcar na cerveja, dissolva os 180 gramas em três vezes de água em ml, ou seja, em 540 ml. A mistura deve ser colocada para ferver. Algumas pessoas colocam gotas de limão para que a solução não cristalize.

Além do cálculo por volume, existe ainda o cálculo por densidade. Nesse caso, a cada 167 ml de água são adicionados 100 gramas de açúcar, já que a densidade deste elemento é de 1,5g/ml. Alguns acreditam que a cada 100 ml de cerveja deva ser adicionado 1 ml desta solução.

Qual a importância do açúcar na carbonatação?

O açúcar mais indicado para o priming é o invertido. Porém, outros tipos podem ser utilizados, dependendo do tipo de cerveja que será produzida.

Depois do preparo do priming, é preciso adicioná-lo a cerveja. Mas não é só engarrafar e colocar a mistura.

A ideia é passar tudo para um balde com torneira, e só depois engarrafar a bebida. A carbonatação acontecerá na garrafa, e ela envolve a liberação de CO2, que formará os gases presentes na cerveja. Por isso, como dissemos no começo é preciso definir parâmetros.

Por que esperar para engarrafar a cerveja?

O envase é um processo muito importante para que a cerveja fique com a qualidade ideal. O certo é que o líquido seja colocado na garrafa após alguns dias no tonel. Isso evita que a garrafa exploda devido à alta carbonatação — algo que é normal de acontecer.

Para evitar acidentes, verifique se o processo de fermentação foi finalizado, se não sobraram açúcares. Ademais, lembre-se de não sacudir a garrafa, não enchê-la até tampa e nem deixar um espaço muito grande vazio.

Por se tratar de um processo caseiro, a produção de cerveja artesanal precisa de bastante cuidado. Só assim você garante uma leva que agradará vários paladares. Não se esqueça da higienização dos recipientes e escolher garrafas em bom estado para evitar as explosões.

Nem sempre a coitada da fermentação é a culpada!

Depois de ter lido o nosso artigo, você ainda tem alguma dúvida sobre o como produzir sua própria cerveja? Confira aqui nossa publicação que fala tudo sobre isso.

Um abraço e até a próxima!

aprender a fazer cerveja em casaPowered by Rock Convert

Sobre o Autor

Carlos Lara

Marketeiro e Sommelier de Cerveja. Criei a minha paixão pela cerveja há um tempo, principalmente vendo jogos de futebol e hoje escrevo conteúdos sobre diversos assuntos nas horas vagas.

Comentar