Cervejas Caseiras

Como fazer uma Dry Stout: aprenda sua receita!

receita dry stout
Escrito por Carlos Lara

Stout, uma cerveja amiga do cervejeiro caseiro, principalmente o iniciante. É leve em termos de densidade, mas tem uma boa dose de amargor e o tostado intenso que tende a mascarar pequenos defeitos. De acordo com o BJCP, o estilo segue este padrão:

  • IBUs: 30 – 45
  • SRM: 25–40
  • OG: 1036-1050
  • FG: 1007-1010
  • ABV: 4-5%

Então, basicamente, temos uma cerveja leve, com pouco corpo, com baixo teor alcoólico, amargor marcante e bem escura.

Qual malte escolher?

A receita de uma Dry Stout deve ser bem simples.

Primeiro, escolhemos um malte base, usando idealmente o pale ale, mas pode se usar o malte pilsen, também. Esta cerveja não pede utilização de maltes caramelos, portanto, a usar de 5 a 10% de cevada não maltada em flocos é comum para ajudar a dar mais corpo e uma retenção de espuma melhor, que é típica do estilo.

Montada esta base, agora é só escolher o grão tostado. É tradicional usar cevada torrada, que vai proporcionar uma sensação seca na cerveja pronta. Em adição, pode se usar malte de cevada tostado, como Carafa III. Ajuste a quantidade para a cor desejada. O padrão é usar algo em torno de 10% da receita de grãos tostados, no total.

Algo que sempre é bom reforçar é sobre o armazenamento do malte, depois de utilizado procure armazenar em condições adequadas.

Qual lúpulo usar?

Se você busca apenas amargor, lúpulos como Galena, Magnum, entre outros, podem ser usados sem medo até atingir o IBU desejado. Algum lúpulo de aroma pode ser usado, mas apenas para dar complexidade, pois o estilo não pode um caráter de lúpulo no aroma ou sabor. Caso deseje, escolha lúpulos típicos ingleses, como os da família Goldings, e não use mais do que uma grama por litro no final da fervura.

Ou se quer ver outros tipos de lúpulos, sugiro para você a nossa lista que fala um pouco mais sobre os principais tipos e suas utilizações.

Vamos para a produção?

Uma brassagem na faixa de 66º graus por uma hora, após 15 minutos opcionais de repouso protéico a 50º graus (caso use floco de cevada), pode ser apropriada. Caso queira secar ainda mais a cerveja, pode se chegar a 64º, ou subir um pouco caso deseje mais corpo.

Após clarificar e lavar o bagaço, partimos para a fervura, entre 70 e 90 minutos. O ideal é usar as leveduras típicas inglesas, como S-04, com fermentação na casa dos 17º-18º graus buscando máxima atenuação, que deve acontecer entre 5 e 7 dias. A maturação pode ser por 14 dias abaixo dos 5º graus.

Para o envase, 6 gramas de açúcar por litro é suficiente, uma vez que ales típicas inglesas não costumam ter carbonatação alta.

Por mais é isso, caso você goste muito do estilo Stout, temos aqui uma receita infalível para você fazer 20 litros de uma Imperial Stout, confira a receita aqui!

aprender a fazer cerveja em casaPowered by Rock Convert

Sobre o Autor

Carlos Lara

Marketeiro e Sommelier de Cerveja. Criei a minha paixão pela cerveja há um tempo, principalmente vendo jogos de futebol e hoje escrevo conteúdos sobre diversos assuntos nas horas vagas.