Mel e hidromel

Mel, hidromel e saúde: conheça a relação de seus benefícios e malefícios

Desde os tempos antigos, o mel tem sido usado como alimento e medicamento, e no caso que nós mais gostamos, para a criação de bebidas como o hidromel. 

O mel em si é muito rico em compostos vegetais benéficos e oferece vários benefícios à saúde, particularmente quando usado no lugar do açúcar refinado, que contém 100% de calorias “vazias”.

Queremos apresentar alguns benefícios do mel em si para a saúde e também falar a respeito do hidromel, se ele é benéfico ou não para quem gosta de beber. 

Portanto, aqui estão os 5 principais benefícios do mel para a saúde e fatos a respeito do hidromel que você precisa saber!

1. É rico em nutrientes

O mel é um líquido doce e espesso feito pelas abelhas, que coletam açúcar (principalmente o néctar rico em açúcar das flores) de seu ambiente.

Uma vez dentro da colmeia, eles consomem, digerem e regurgitam repetidamente o néctar e o produto final é o mel, um líquido que serve como alimento armazenado para as abelhas. 

O cheiro, a cor e o sabor dependem dos tipos de flores visitadas e isso pode influenciar diretamente no tipo e qualidade do hidromel produzido.

Nutricionalmente, 1 colher de sopa de mel (21 gramas) contém 64 calorias e 17 gramas de açúcar, incluindo frutose, glicose, maltose e sacarose. Praticamente não contém fibras, gorduras ou proteínas.

Ele também contém traços de várias vitaminas e minerais, mas você teria que comer muitos quilos para cumprir suas necessidades diárias.

Onde o mel brilha é em seu conteúdo de compostos vegetais bioativos e antioxidantes. Os tipos mais escuros tendem a ser ainda mais elevados nesses compostos do que os tipos mais claros.

Em resumo

O mel é um líquido espesso e doce feito pelas abelhas. É pobre em vitaminas e minerais, mas pode ser rico em alguns compostos vegetais.

2. O mel de alta qualidade é rico em antioxidantes

O mel de alta qualidade contém muitos antioxidantes importantes. Isso inclui ácidos orgânicos e compostos fenólicos como flavonóides, e cientistas acreditam que a combinação desses compostos confere ao mel seu poder antioxidante.

Curiosamente, dois estudos mostraram que o mel de trigo sarraceno aumenta o valor antioxidante do seu sangue.

Os antioxidantes têm sido associados à redução do risco de ataques cardíacos, derrames e alguns tipos de câncer. Eles também podem promover a saúde ocular.

Em resumo: o mel contém vários antioxidantes, incluindo fenólicos compostos como os flavonóides.

3. Os antioxidantes podem ajudar na pressão alta

A pressão arterial é um importante fator de risco para doenças cardíacas, e o mel pode ajudar a reduzi-la. Isso ocorre porque ele contém compostos antioxidantes que têm sido associados à redução da pressão arterial.

Em resumo: comer mel pode levar a reduções modestas na pressão arterial, um importante fator de risco para doenças cardíacas.

4. Ajuda a melhorar o colesterol

Níveis elevados de colesterol LDL, também conhecidos como colesterol ruim, são um forte fator de risco para doenças cardíacas.

Este tipo de colesterol desempenha um papel importante na aterosclerose, o acúmulo de gordura nas artérias que pode levar a ataques cardíacos e derrames.

Curiosamente, vários estudos mostram que o mel pode melhorar seus níveis de colesterol.

Ele reduz o colesterol LDL total e “ruim” enquanto aumenta significativamente o colesterol HDL, o colesterol bom.

Por exemplo, um estudo em 55 pacientes comparou o mel com o açúcar de mesa e descobriu que o mel causou uma redução de 5,8% no LDL e um aumento de 3,3% no colesterol HDL. Também levou a uma modesta perda de peso de 1,3% (18 Fonte confiável).

Em resumo: o mel parece ter um efeito positivo nos níveis de colesterol. Isso leva a reduções modestas no LDL (ruim), enquanto aumenta o colesterol HDL (bom).

5. O mel pode reduzir os triglicerídeos 

O nível elevado de triglicerídeos no sangue é um outro fator de risco para doenças cardíacas. Eles também estão associados à resistência à insulina, uma das principais causas do diabetes tipo 2.

Os níveis de triglicerídeos tendem a aumentar em uma dieta rica em açúcar e carboidratos refinados.

Curiosamente, vários estudos relacionaram o consumo regular de mel com níveis mais baixos de triglicerídeos, especialmente quando ele é usado para substituir o açúcar 

Por exemplo, um estudo comparando mel e açúcar encontrou níveis de triglicerídeos 11–19% mais baixos no grupo do mel (18 Trust Source).

Em resumo: os triglicerídeos elevados são um fator de risco para doenças cardíacas e diabetes tipo 2. Vários estudos mostram que o mel pode reduzir os níveis de triglicerídeos, especialmente quando usado como um substituto do açúcar.

A ciência apóia o hidromel como bebida saudável?

Em culturas antigas, o hidromel era associado a boa saúde e vitalidade. Na mitologia grega, era frequentemente referido como a bebida dos deuses e supostamente dado aos guerreiros após uma luta para melhorar a cura de seus ferimentos de batalha.

Hoje, muitos ainda acreditam que beber hidromel traz benefícios para a saúde e que a bebida tem propriedades curativas. No entanto, há evidências limitadas que apoiam essas hipóteses.

A maioria das suposições relacionadas ao benefício de consumir hidromel giram em torno do conteúdo probiótico do mel e suas vantagens que falamos acima, algumas pessoas defendem que são resultado do processo de fermentação.

Potenciais riscos de se beber muito

Embora frequentemente elogiado por seus benefícios à saúde, beber hidromel pode ter consequências negativas para a saúde que podem valer a pena ser consideradas antes de começar a encher o copo.

Começando pelo seu teor alcoólico, que varia de cerca de 5% a 20%. Para efeito de comparação, o vinho de uva normal tem um teor de álcool típico de cerca de 12–14%.

O consumo excessivo de álcool pode levar a sérios riscos à saúde, incluindo doença hepática, inflamação sistêmica e problemas digestivos e do sistema imunológico.

Além das reações alérgicas, como o hidromel normalmente não contém glúten, dependendo do que é adicionado durante o processo de fermentação. Portanto, se você tem alergia ao glúten, verifique novamente o hidromel que planeja beber para garantir que nenhum ingrediente que contenha glúten foi incluído na bebida.

O hidromel pode causar reações alérgicas graves em algumas pessoas, especialmente aquelas com alergia ou intolerância ao álcool e ao mel.

E por fim seu conteúdo calórico, pois assim como a cerveja que engorda, o hidromel é uma bebida de alto teor calórico, portanto, o consumo excessivo pode impactar negativamente sua saúde.

Beber muito de qualquer bebida alcoólica, incluindo hidromel, pode aumentar os triglicerídeos no sangue, a pressão arterial e o risco de obesidade e diabetes. E embora não haja muita informação disponível sobre o conteúdo nutricional preciso do hidromel, o álcool puro sozinho fornece 7 calorias por grama.

Uma porção de qualquer bebida alcoólica contém cerca de 14 gramas de álcool, o que equivale a pelo menos 100 calorias. Isso não leva em consideração nenhuma das calorias de, por exemplo, o açúcar do hidromel.

Portanto, agora que falamos dos benefícios do mel e riscos de se beber hidromel em excesso, esperamos que você fique bem atento a isso e sempre beba com moderação, ok?

Referências

Curso como fazer hidromel
👇 Gostou do conteúdo? Compartilhe o conhecimento!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.