Harmonizando com cervejas Belgian Tripel

SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

Andrea Calmon continua escrevendo sobre os estilos belgas, mas agora sobre as cervejas Tripel. Confira a dica de harmonização desta semana:

Tenho grande simpatia por este estilo de cerveja que surgiu dentro dos monastérios belgas. Seus maltes são claros e apresentam aromas muito complexos. Sentimos a presença forte das notas herbáceas, condimentadas, florais e frutadas, principalmente cítricas, criando um conjunto extremamente harmonioso e que apesar de rico não me traz muitas dificuldades de harmonização.

 

São cervejas bem carbonatadas e com teores alcoólicos elevados e proeminentes, variando de 7,5 a 9,5% abv, suportando bem pratos com certo teor de gordura, tendo a capacidade de limpar o palato. Porém, cuidado: apesar da potência, elas são delicadas e muito sofisticadas. Na boca, o corpo é médio apresentando leve dulçor no centro, mas deixando a boca seca no final, com um leve amargor que não é muito persistente.

 

As aves são um excelente acompanhamento para o estilo Tripel, justamente pela sua delicadeza. Mas sugerem preparações com sabores mais elaborados advindos principalmente da adição de ervas, como tomilho, coentro, manjericão, manjerona, hortelão, alecrim, etc. A presença de algo cítrico na preparação também é bem apropriada, como o limão e laranja.

 

Outras boas harmonizações para as Tripel são os molhos pestos (mistura de ervas com algum tipo de amêndoa e azeite), os peixes mais gordurosos, mas nunca defumados, vegetais como brócolis, aspargos e couve flor que podem ou não vir acompanhados de algum molho a base de manteiga.

 

A minha apreciação por elas, a sua versatilidade e a facilidade que tenho em preparar pratos de aves e peixes, principalmente aromatizados com ervas, me fizeram criar várias harmonizações para o estilo. Foi difícil escolher, e no tempo apropriado eu vou apresentá-las. A harmonização que escolhi foi “Frango Assado com Ervas Acompanhado de um Purê de Ameixas Pretas” (ver receita). Acredito que vocês devam estar se perguntando “porque as ameixas pretas?”. Pois bem, é o inusitado, um toque de frutas secas no prato, e que não é presente na cerveja. Porém, trouxe um componente a mais para a harmonização, além de ser um excelente acompanhamento para a carne do frango. Para vocês verem como um detalhe faz toda a diferença. Embora hoje estejamos falando sobre harmonização com Tripels, vai aqui uma dica. Se você curte Dubbels (post da semana passada) como eu, mas prefere as carnes brancas, um ingrediente como as ameixas, que trazem o link com a cerveja estilo Dubbel pode ser uma boa solução. Então pode provar a receita com Dubbel também que embora não seja “a ideal” vai trazer satisfação!!! Espero que gostem. Bom fim de semana a todos!!!

 

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.