Beber e Comer Harmonização

Harmonização de Barley Wine: veja como fazer o Crème Brulée

Escrito por Carlos Lara
SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

Harmonizar cerveja da maneira correta é maravilhoso, sabemos que existem diversos tipos de harmonização e uma bem conhecida entre consumidores é entre a cerveja e doce.

Por isso hoje vamos trazer uma harmonização um pouco diferente no blog, falando deEsta semana vamos harmonizar uma sobremesa tipicamente francesa, o Crème Brulée.

Portanto se você quer conhecer mais sobre ela e aprender como fazer a harmonização, continue conosco e se surpreenda com o resultado.

Harmonizando com Old Ale e Barley Wine

Os estilos de cerveja escolhidos para a harmonização são as Old Ales e as Barley Wines, ambas categorizadas na classe das Strong Ales. As Barley Wines possuem teores alcoólicos que variam entre 6 a 9% ABV e as Barley Wines entre 8 e 12% ABV, portanto bem apropriadas para encerrarem jantares harmonizados.

Vale lembrar que as cervejas mais complexas e mais alcoólicas devem ficar sempre para o final quando houver uma seqüência de cervejas a serem degustadas, embora alguns pratos mais rebuscados carregados de molhos mais densos, como alguns assados e cozidos a base de carnes mais gordurosas acompanhem muito bem estas cervejas.

Preferimos associá-las desta vez às sobremesas porque é comum ouvir de quem estuda mais sobre cerveja de que elas (sobremesas) são como licores, quando fazemos associação com os vinhos.

Os estilos apresentam certa complexidade e diferem entre si principalmente quanto à concentração de maltes. Ambas apresentam baixo amargor e as Barley Wines são mais maltadas do que as Old Ales, mas os dois estilos apresentam características de aromas e sabores que remetem a frutas secas, toffee caramelo, melaço, nozes e características que nos fazem lembrar vinho de porto e xerez.

Preparando o Crème Brulée

Todas essas características combinam muito bem com o Crème Brulée, que é uma sobremesa de certa forma suave e delicada nos sabores porque sua base é de ovos, leite e creme de leite, sabores de certa forma “neutros” e que aceitam facilmente a combinação com os sabores das cervejas em questão.

Os toques de baunilha da sobremesa são delicados, e interagem super bem com as características da cerveja.

Mas o que dá o toque especial e mais prazeroso da harmonização é aquele açúcar queimado com o maçarico sobre o creme que interage com os maltes ligeiramente tostados das cervejas. Sugestão mais do que saborosa, simples e sofisticada para um encerramento de noite.

Por isso se você chegou até aqui, está na hora de aprender como prepará-la.

Ingredientes

  • 8 gemas
  • 250 gramas de creme de leite
  • 250 gramas de leite integral
  • 75 gramas de açúcar
  • 1 fava de baunilha (pode usar essência mas não é igual!)
  • Cascas de laranja ou limão a gosto (não exagere!)

Modo de fazer

1. Abrir a fava da baunilha no sentido do comprimento e raspá-la. Colocar a pasta negra dentro do leite.

2. Numa panela ferver o leite, o creme de leite a fava de baunilha.

3. As gemas devem estar num bowl e você vai despejar aos poucos o conteúdo da panela no bowl, mas devagar e sempre mechendo para que o líquido quente não cozinhe as gemas e sim se incorpore a elas.

4. Despeje o conteúdo em potinhos de sobremesa e leve a geladeira por 2 a 3 horas.

5. Na hora de servir polvilhe um pouco de açúcar sobre os potinhos com a sobremesa e queime com o maçarico. Sirva imediatamente para curtir ainda o calorzinho do açúcar queimado da superfície com o creme gelado por baixo.

Sobre o Autor

Carlos Lara

Marketeiro e Sommelier de Cerveja. Criei a minha paixão pela cerveja há um tempo, principalmente vendo jogos de futebol e hoje escrevo conteúdos sobre diversos assuntos nas horas vagas.

1 Comentário

Comentar