Beber e Comer Harmonização

Receita para harmonizar uma cerveja Dubbel: uma combinação incrível com kebab!

Escrito por Carlos Lara
SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

As cervejas belgas realmente são fascinantes e fazer harmonizações com cervejas elas significa ter a liberdade de criar em cima de cervejas que já foram fruto da imaginação e criatividade de outras pessoas.

A complexidade de aromas e sabores nos permite trazer aos preparados várias combinações que podem se mesclar de diversas formas.

Confessamos que existe certa tensão.

Já que como dissemos nos primeiros posts sobre teoria da harmonização, quando combinamos diversos ingredientes de diferentes naturezas podemos ter resultados imprevisíveis, além dos teóricos. A questão é se apegar em algo e seguir a diante usando a intuição, sabendo que tem coisas que são inexplicáveis.

Harmonizando com Belgian Dubbel

Bem, o estilo escolhido foram as Belgian Dubbel, cervejas extremamente complexas em aromas e sabores, que apresentam maltes ricos suportando picância suave, toques de chocolate, caramelo e um pouco tostados.

Os ésteres frutados nos remetem a frutas secas como ameixas pretas e passas, às vezes podem apresentar traços de banana ou maçã. Apresentam teores alcoólicos entre 6 e 7,5%, suportando certo teor de gordura uma vez que apresentam também boa carbonatação.

O amargor é moderado a baixo e não é persistente, dando também boa liberdade em relação aos ingredientes.

Nossa diretriz foi, como sempre os conselhos de Garret Oliver. Então foi escolhida a carne de cordeiro como uma boa parceria para o estilo, por seu caráter marcante, que vai de encontro com a cerveja.

Há pessoas que acreditam muito em receitas condimentadas, complexas em sabores, mas que carregam certa simplicidade. Os kebabs são feitos de carnes moídas e condimentadas e depois assadas ou grelhadas presas a um espeto, receita tradicional árabe.

Então buscamos por uma receita que agrega a carne moída de cordeiro, tomilho, um toque de pimenta dedo de moça sem exageros, um toque cítrico das cascas de limão, cominho e pistaches. A combinação complexa e de certa forma “fechada” deu a sensação de ser um excelente par para as cervejas dubbels.

Aí veio o dilema, colocar ou não o iogurte que traria acidez ao prato? Foi concluído que a falta de acidez na cerveja e de certa forma a “neutralidade” de sabor do iogurte natural só teriam a acrescentar.

Fomos além do iogurte e resolvemos preparar um molho a base de frutas.

Foi pensado em frutas vermelhas ou morangos já que são sabores mais vivazes, devido à sua acidez também, do que os de frutas secas que já estão presentes na cerveja e portanto trariam alegria à combinação. O resultado foi extremamente rico, complementar e satisfatório.

Antes de mais nada, é super importante contextualizar você a respeito da receita e dizer que ela é uma criação da sommelier de cervejas Andrea Calmon, por isso vamos listar aqui os ingredientes e o modo de preparo!

Ingredientes

  • 500 gramas de carne de cordeiro moída, sem o excesso de gordura. Pode ser pescoço ou paleta.
  • 2 colheres de sopa cheias de folhas de tomilho fresco.
  • 2 pimentas dedo de moça picadinhas sem as sementes.
  • 1 colher de sopa de cominho em pó.
  • 1 colher de sopa de raspas de limão (só parte verde) – Passe num ralador fino.
  • Sal e pimenta do reino moída na hora.
  • 40 gramas de pistache sem as cascas.
  • 1 pote de iogurte natural sem açúcar.
  • 2 pacotinhos de polpa de morangos congelados.
  • Palitos para espetinhos.

Modo de Preparo

1) Em uma panela pequena coloque as polpas de morango e deixe em fogo muito baixo. Mexa de vez em quando para não grudar ou queimar nas laterais. Deixe boa parte da água evaporar (redução), isso vai levar de 40 minutos a 1 hora.

Espere que a polpa fique mais espessa quase em ponto de um creme. Reserve.

. . .

2) Num processador, coloque a carne de cordeiro cortada ou já moída (se não couber tudo, parte dela), as pimentas cortadas, o cominho, as raspas de limão, sal, pimenta do reino e os pistaches. Bata até dar uma boa homegeneizada, mas não se preocupe em deixar tudo muito triturado.

Se não coube tudo, retire um pouco e acrescente a parte que sobrou para se misturar às especiarias e temperos.

. . .

3) Retire a carne misturada com os outros ingredientes, faça um grande “bolo” e com uma faca divida em quatro partes. Com cada uma das partes faça uma bolo e depois vá rolando com a mão numa taboa pára ficar num formato de “lingüiça”. Espete o espetinho no centro para fazer os kebabs.

. . .

4) Esquente uma grelha com um pouco de azeite espalhado por um papel toalha e coloque os kebabs. Deixe-os grelhar de um lado e vire-os. Reserve.

. . .

5) Depois de prontos vc vai retirá-los dos espetos, cortá-los em pedaços grosseiramente colocar o iogurte natural por cima e sobre ele colocar a calda grossa de morangos.

. . .

6) Enfeite com folhas de hortelã frescas e sirva.

Feito isso, basta agora gelar a sua cerveja Dubbel e se preparar para uma experiência incrível de harmonização de cerveja com carne de cordeiro!

Caso tenha se interessado pela experiência, que tal conferir outras harmonizações simples de se fazer?

 

Sobre o Autor

Carlos Lara

Marketeiro e Sommelier de Cerveja. Criei a minha paixão pela cerveja há um tempo, principalmente vendo jogos de futebol e hoje escrevo conteúdos sobre diversos assuntos nas horas vagas.

2 Comentários