Southern Tier

Southern Tier Brewing Co.: história da cervejaria e harmonização

Coleção de livros na Amazon

A cervejaria americana que desembarcou no Brasil em 2013 foi a Southern Tier Brewing Company.

Enquanto muitas artesanais focam apenas na distribuição local e adjacências, principalmente pela ideia da manutenção do frescor de suas cervejas, muitos produzindo de forma regrada alguns estilos a fim de controlar seu vencimento, a Southern Tier faz o oposto disso.

Além de ser distribuída em diversos estados americanos, ela é exportada para alguns países, incluído o Brasil.

A história da Southern Tier Brewing Company

Seus criadores, Phineas DeMink e Allen “Skip” Yahn, queriam reviver a prática de uma pequena cervejaria numa região conhecida pela sua tradição cervejeira. Dessa forma a Southern Tier iniciou suas atividades no final de 2002 após terem adquirido equipamentos de outra cervejaria artesanal.

Em 2003 eram produzidos alguns poucos rótulos de estilos clássicos que serviam apenas a localidade de Lakewood, sede da cervejaria. Dois anos depois já serviam boa parte da região de Nova Iorque e mais o estado da Pensilvânia.

O reconhecimento da região mais a demanda por suas cervejas fizeram com que eles buscassem por melhorias nas dependências da cervejaria, investindo em tecnologia, melhores produtos, a fim de prover o aumento do número de consumidores.

De 2009 em diante, após ampliar a planta da cervejaria, adquirir mais tanques de fermentação e investir numa linha de envase com capacidade de encher, engarrafar e rotular até 10 mil garrafas por hora, a cervejaria já tinha condições de satisfazer o fã local, e também expandir nacional e internacionalmente. Com a capacidade de produção já aumentada, a idéia da cervejaria é de expandir ainda mais.

imagem1

No bar da fábrica, o The Empty Pint Pub, é possível beber suas cervejas o mais frescas possível, on tap, muitas plugadas direto nas torneiras tão logo prontas, com opções de 14 cervejas e algumas convidadas.

Também existem garrafas com variedade de rótulos de outras cervejarias, como americanas, canadenses e europeias.

O cardápio tem boas opções de comida e na lojinha do bar é possível comprar garrafas, growlers, e souvenires da marca, como camisetas, bonés, copos, etc.

Também existem outras taprooms onde é possível consumir a cerveja em diferentes localidades dos Estados Unidos.

A chegada ao Brasil

Inicialmente importadas pela Tarantino MultiBeer, os primeiros rótulos eram da linha Blackwater Series, composta de cinco cervejas do estilo Russian Imperial Stout que recebem adição de variados ingredientes como chocolate belga, café jamaicano, fava de baunilha e aveia.

Jah-va, Mokah, Crème Brûlée, Oat e Choklat: cinco Russian Imperial Stouts que fazem (ou faziam) parte da Blackwater Series

Jah-va, Mokah, Crème Brûlée, Oat e Choklat: cinco Russian Imperial Stouts que faziam parte da Blackwater Series

Mas com o passar do tempo houve mudanças na série e hoje dia (2019) no site só estão disponíveis três rótulos: Crème BruléeOat Choklat — cervejas complexas, mas equilibradas e fáceis de beber.

Choklat Stout

Southern Tier Choklat - Russian Imperial Stout - 11% ABVA Choklat, como o nome já denuncia, recebeu na receita adição de chocolate na variedade amarga e de origem belga.

Mais variedades de maltes, flocos de cevada e dois tipos de lúpulos, Chinook e Wilamette, foram adicionados na sua produção:

Preta e opaca. Espuma bege com boa formação inicial, média retenção e película perene. Aroma com achocolatado dominante. Iogurte de chocolate, brigadeiro, biscoito, chocolate belga, intensos.

Final herbáceo. Assentou e veio amendoim.

Paladar forte de chocolate belga torrado.

Amargor da torra e do lúpulo. Resquício cítrico. Mentolado suave e perfumado, de base, resultou num chocolate com recheio de menta. Fim seco e doce. Retrogosto de chocolate amargo

A consideração final é de que é uma cerveja suculenta e não enjoativa com boa drinkability.

2xIPA

Southern Tier 2XIPA - Double/Imperial IPA - 8,2% ABV A 2XIPA é uma American IPA forçando um nível acima da escada e chegando a uma Double IPA. É produzida com quatro variedades de lúpulos, três tipos de maltes e disponibilidade durante todo o ano.

Uma DIPA comum, mas ainda assim deliciosa, com o cítrico de laranja sobressaindo de forma muito suculenta e com possibilidade de serem bebidas muitas garrafas.

Aparência entre dourado escuro e âmbar. Turva, quase fechada. Espuma branca, criação média a baixa, média retenção, aspecto fofo e aerado. Sujou os lados e assentou com película fina. O aroma trouxe lupulagem média, moderada.

Extraiu boa gama intensamente frutada. Muito cítrico, suco de laranja de caixinha, mexerica, grapefruit. Damasco e pêssego frescos. Floral perfumou o buquê. Maltes com doce de caramelo e mel equilibraram o conjunto. Ao fundo a paçoca e o amendoim. Álcool imperceptível.

Aroma deixou a boca salivar. Gosto altamente lupulado. Caminhão fruta cítrica: laranja e grapefruit. Amargor, herbáceo e resinoso apetitosos. Sequência maltosa e suculenta de caramelo, mel e pouco doce de leite. Mistura de frutas e temperos picantes até o final.

Corpo médio e pouco cheio com a carbonatação média, moderada.

Final muito seco. Retrogosto de fruta madura e herbáceo, capim. Muita laranja, muito equilíbrio entre maltes e lúpulos.

Mokah (descontinuada)

Southern Tier Mokah - Russian Imperial Stout - 10,9% ABVA Mokah era o resultado do blend com a Choklat e outra cerveja da séria, a Jah-va. É produzida com adição de chocolate belga e café torrado Blue Mountain, de origem jamaicana, além de boa variedade e quantidade de maltes, lúpulos Columbus e Chinook.

Preta e opaca. Espuma bege com boa formação inicial, média retenção e película perene. Aroma com chocolate equilibrado com o café. Extração de baunilha e leite e pode sentir a presença de biscoito e pimenta ao longe.

Lúpulo discreto. Esquentou e saiu cheiro de coco, mais baunilha e até madeira (envelhecimento). Paladar iniciou com coco e chocolate. Leve adstringência e tostado. Toque de azeitona preta. Chocolate pomposo, grosso. Álcool. Corpo cheio.

Carbonatação média a alta, borbulhante. Fim médio seco, longo. Retrogosto alcoólico, menos chocolate e equilíbrio derivado disso. Como estava gelada demais pode ter mascarado coisas, mas ainda assim desprendeu boa gama de sensações.

As cervejas da linha Blackwater são indicadas pela própria cervejaria a serem consumidas harmonizando com diversos pratos, principalmente com sobremesas ou até mesmo em substituição destas. Já a 2XIPA é recomendada ser acompanhada com pratos fritos, gordurosos ou temperados.

Biblioteca de livros (1)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

3 Comentários

  1. MEU FIQUEI COM AGUA NA BOCA !! PARABÉNS PERUA !!!

  2. Super descrição! Congrats!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.