Degustação

Pratinha Birudô: uma witbier brasileira inspirada no Japão

Pratinha Birudo
Escrito por Rodolfo Rosenthal
SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

Bem-vindos cervejeiras e cervejeiros a mais um post.

Hoje recebemos a visita de um lutador de sumô chamado Birudô. Isso mesmo amigos, vocês não leram errado.

Tivemos a oportunidade de provar uma cerveja muito especial da Pratinha Brewery. Se trata de uma witbier inspirada na cultura japonesa que estampa um lutador de sumô azul no rótulo.

Acompanhe esse post até o final para saber o que esperar dessa cerveja brasileira inspirada no estilo de vida japonês.

Cervejaria Pratinha

Inaugurada a cervejaria no final de 2015, o berço da cervejaria Pratinha é a cidade de Ribeirão Preto. Essa cidade paulista hoje conta com a presença mais do que desejável de sete cervejarias e vem se tornando um pólo cervejeiro na região.

A cervejaria Pratinha hoje já possuí raízes mais profundas na cidade, mas no começo de sua vida teve de disputar espaço entre cervejarias conhecidas e consagradas como a Colorado, 2Cabeças e Invicta.

Até hoje a Pratinha já teve diversas conquistas com sua cartela vasta de estilos de cerveja que fogem do convencional; hoje contam com 10 rótulos de cervejas (2018).

Podemos citar por exemplo estilos rauchbier, maibock e três rótulos da tão polêmica catharina sour.

A ousadia e criatividade das cervejas vai longe onde se tem o uso de adjuntos não muito comuns como cajá-manga, fruta do cacau da Bahia, umbu e jatobá, carimbando o jeitão brasileiro nas cervejas e ajudando a esculpir a identidade cervejeira do Brasil.

Dentre os prêmios já conquistados nessa jornada o lobo da Pratinha já ganhou:

  • 2 medalhas de ouro no World Beer Awards de 2017
  • 2 no ano de 2018 além de outros prêmios no London International Beer Challenge (2017 e 2018) e Festival Brasileiro de Cerveja (2018).

Características gerais

Bom, vamos ao que interessa, a Pratinha Birudô. Essa é uma cerveja do estilo witbier premiada com medalha de ouro no World Beer Awards do ano de 2017 como o melhor design de garrafa.

Rótulo BirudôA primeira impressão que fica ao se colocar os olhos na garrafa é de um rótulo muito bem feito em que se tem capricho em cada detalhe: a arte que chama muito a atenção conta com um marcante lutador de sumô intimidador azul com o nome “BIRUDÔ” cravado na barriga.

O rótulo é de um papel metálico brilhante muito bonito, e não faltam informações para informar o degustador:

  • IBU de 17,3;
  • Teor alcoólico de 5,9%;
  • Volume de 500mL;
  • Temperatura ideal de 4 a 8°C;
  • Copo ideal para degustação;
  • Adjuntos: extrato de laranja, Yuzú e coentro;
  • Ainda alerta para a possível existência de resíduos no fundo da garrafa.

Ainda tem na garrafa a descrição da cerveja de acordo com a marca:

“O caminho da Cerveja” faz referência à cultura milenar japonesa. De corpo leve e cor clara, especiarias e cítricos se apresentam conferindo sua singularidade de forma harmoniosa. O lúpulo japonês Sorachi Ace e o cítrico asiático Yuzú emprestam características únicas ao seu corpo e aroma. “

Entre os ingredientes, a laranja e o coentro já são de praxe das witbiers, o que foge do convencional é o fruto Yuzú.

O Yuzú é uma fruta cítrica originaria do leste asiático; essa fruta tem sabor ácido com um toque de tangerina; pertence à família das grapefruits; às vezes é chamada de limão japonês, mas na verdade é uma lima ácida.

Outro ingrediente marcante é o lúpulo Sorachi Ace. Esse lúpulo foi concebido pelo cruzamento entre os lúpulos Brewer’s Gold e Saaz; uma cervejaria japonesa chama Sapporo foi a responsável por desenvolver essa variedade de lúpulo. O Sorachi tem como característica marcante o aroma e sabor cítrico de limão, além de transmitir notas de laranja, chá, endro, gengibre e até mesmo carvalho.

Análise sensorial

Visão

Aos olhos é uma cerveja de cor amarelo palha bem turva, características do estilo. No momento de servir houve uma formação de uma espuma branca, com bolhas pequenas, cremosa e volumosa, que persistiu por um bom tempo.

Odor

Ao nariz a cerveja se mostrou muito aromática. O cheiro que prevalece é o cítrico proveniente das frutas e do lúpulo Sorachi além de notas de chá.

Sabor, corpo e aroma

Na boca a cerveja apresentou corpo de leve a médio. A carbonatação estava perfeita para o estilo. A cerveja Birudô se mostrou muito refrescante e com alto drinkability.

O primeiro sabor percebido ao se colocar a cerveja na boca é do coentro, muito bem equilibrado; após se engolir a cerveja que se percebe as notas cítricas das frutas e um suave amargor.

Considerações finais

Excelente cerveja, exótica, muito equilibrada e agradável de se beber. O preço sugerido pela cervejaria, R$21,90, é justo e vende o que promete.

Esse texto foi feito com a cerveja fornecida pelos nossos parceiros do The Beer Planet Club, o clube de cervejas especiais por assinatura mais completo do Brasil.

Quer saber mais? Acesse o site do clube e tire suas dúvidas!

Sobre o Autor

Rodolfo Rosenthal

Graduando em Eng. de Alimentos e produtor de cerveja artesanal. Realizo pesquisas na área de microbiologia aplicada a leveduras cervejeiras e automação aplicada a microcervejarias.

Comentar