Degustação de cervejas nacionais – nível 03

Degustação de cervejas nacionais – nível 03

Coleção de livros na Amazon

Chegamos à terceira lista de cervejas artesanais nacionais com intuito de que as pessoas conheçam basicamente os sabores, cores e aromas além de entender a diferença entre os diferentes estilos. Recomendamos fazer a degustação pela ordem, começando no nível 01. Nesta seleção, temos estilos muito diferentes entre si e que trazem também diferentes influências de escolas cervejeiras.

 

Wals Bohemian Pilsen – uma pilsen com coloração mais dourada e destacado amargor e aroma lupulado herbal. Trata-se de uma pilsen feita seguindo a tradição tcheca.

Eisenbahn Strong Golden Ale – sabor adocidado e frutado, nesta cerveja de estilos belga. Pouco amargor, forte doses de álcool.

Bierland Viena – dulçor do malte com final com amargor marcante. Aroma de lúpulo cítrico, de origem americana.

Falke Ouro Preto – leve sabor torrado, bastante caramelo. Final longo adocicado nesta cerveja de estilo Dunkel, alemão.

Bamberg Rauchbier – cerveja com sabor e aroma defumados, típico estilo da cidade alemã de Bamberg, que dá nome à cervejaria.

 

Fiquem atentos para novas listas degustativas. Nossa idéia é que, com essas degustações, os cervejeiros iniciantes possam começar a entender um pouco mais sobre os estilos cervejeiros e os detalhes de cada cerveja especial. Com isto, irá aprimorando o paladar e percebendo quais estilos de cerveja mais o agradam. E, ao realizar esta degustação, não esqueça de voltar aqui para deixar suas impressões, pois elas podem ajudar outras pessoas.

Biblioteca de livros (1)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

3 Comentários

  1. Gostei da lista.

    Já degustei três dessas. A Wals foi até o senhor, Homini Lúpulo, que me serviu.

    Bierland Viena é excepcional. Gostei muito dela. Já tive o prazer também de prová-la servida pelo sommelier da própria Bierland.

    E mais uma coincidência: degustei a Rauchbier tirada direto dos tanques da Bamberg pelo dono, Alexandre Bazzo.

  2. Excelente proposta! Como iniciante, vou partir do nível 1. Continue com essa série de posts.

    Abraços.

  3. Valeu, Rafael. Não se esqueça de voltar depois para dizer o que achou das degustações sugeridas!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.