Degustação

Cerveja Blond Runner: um thriller lupulado da Director Brewery Co.

Blond Runner
Escrito por Danilo Carneiro
SEGUIR NO INSTAGRAMPowered by Rock Convert

A Director Brewery Co. é uma cervejaria catarinense cidade de Itapema onde sua especialidade é criar cervejas inspiradas em filmes — no caso de hoje, a Blond Runner.

Encontra-se muito pouco ao seu respeito, aparentemente seus primeiros rótulos, a Star Weiss e a Indiana Hop entraram “em cartaz” em fevereiro de 2017, sendo bem difícil encontrá-las fora do estado catarinense.

A cervejaria, como o nome indica, tem como cerne o conceito de referências a filmes, e toda sua ideia de marketing é focada nisso. Os rótulos são incríveis, cheios de detalhes e referências que vão desde a escrita do rótulo, o qual lembra um poster de filme antigo, a “trilha sonora” da cerveja, por sinal muito boa, e até mesmo uma sinopse de um sci-fi cervejeiro que deixaria o próprio Ridley Scott sedento para dirigi-lo.

Entretanto, por mais que gostaríamos de discutir aqui a filmografia de Ridley Scott, ou recomendar a Director novos lançamentos como Jackie Brown Ale ou Silence of the Lambics, chegou a hora sabermos mais sobre a cerveja.

Aparência

Servido em um pint tulipa inglês, tem coloração amarelo clara, levemente túrbida, mas sem aparentar ser muito cremosa.

A espuma branca sobe forte ao melhor estilo Blond belga, mas logo após se dissipa sendo pouca a sua presença no enredo.

Aroma

Aroma com leve dulçor, torra e pães, com levíssimo aroma de caramelo ao fundo.

Lúpulo tem aroma de pinha com alguns toques cítricos bem interessantes; entre os aromas do lúpulo é possível definir um pouco de toranja, bananas e capim limão, tudo bem suave. Uma combinação inusitada, mas impressionantemente agradável.

Tudo somado a um belo aroma de ésteres frutados que lembram bem uma Blond belga, talvez daí que venha o toque de bananas.

Sabor e corpo

É uma cerveja bem doce, os grandes protagonistas no quesito sabor são definitivamente o malte e os ésteres. O primeiro tem certa característica de trigo, pães somados a um grande dulçor, enquanto o último lembra novamente aquele éster frutado com sabor de banana.

O lúpulo também não está distante, é tudo muito bem balanceado, há toques cítricos que se encaixam muito bem com os outros sabores.

Definitivamente é possível encontrar os toques cítricos, mas não são nada agressivos, assim como o amargor, o qual é bem suave.

Sensação na boca

Corpo leve, limpa e, por mais que túrbida, é pouco aveludada e bem fluida. Carbonatação média. Uma característica comum a alguns estilos belgas é que o álcool sempre é mais perceptível nestas do que nas de outros estilos.

Isto é verdade na Blond Runner, os seus 5.3% de álcool podem deixar enganar nos últimos goles, quando a cerveja já está em temperaturas mais mornas.

Considerações gerais

Cerveja Blond RunnerA American Blond Ale é um dos estilos ideais para a porta de entrada no mundo cervejeiro.

Existe aquele ponto de partida em que saímos das Lagers americanas, Pilsners checas e Weiss alemãs; aquele momento em que tomamos uma cerveja que genuinamente nos deixam confusos. Há muitos sabores que nos fazem refletir sobre o que é cerveja nesta primeira aventura.

Não sabíamos que uma cerveja poderia ter gosto de biscoito, mel, baunilha, café, torra, pinho, laranja, defumado, entre outros.

Esta quebra de barreira que nós assíduos da cerveja passamos é uma quebra que devemos promover para outros amigos que ainda não se aventuraram neste mundo.

Entretanto de nada nunca adiantou servir um pint cheio de Imperial IPAs ou de outras cervejas não acessíveis ao paladar não experiente, e isso é o que faz esta cerveja ser tão interessante; ela é acessível.

A Blond Runner, tem de tudo, e muito bem balanceado. Ela é doce, mas cítrica, é encorpada, mas não muito amarga, tem presença, mas com álcool baixo. A falta de agressividade dela é o que a faz ser tão chamativa. É uma cerveja para todos os gostos, uma excelente cerveja-entrada para este mundo que tanto cultivamos.

Esse texto foi feito com a cerveja fornecida pelos nossos parceiros do The Beer Planet Club, o clube de cervejas especiais por assinatura de destaque no Brasil.

Quer saber mais? Acesse o site do clube e tire suas dúvidas!

Sobre o Autor

Danilo Carneiro

Entusiasta de culinária caseira. Amante de tudo aquilo que é fermentado. Produtor de cerveja caseira e de outros experimentos alimentícios que a ANVISA nunca aprovaria.

Comentar