Dia 4 de agosto foi eleito o Dia da cerveja estilo India Pale Ale. Todos os apaixonados por cerveja de todo o mundo devem fazer um brinde com um copo desta cerveja (pelo menos um copo). E nada mais justo que fazer isto em escala global já que o estilo é justamente originado pelas viagens. Famosa por seu grande amargor, as IPAs tem legiões de adoradores, principalmente entre os cervejeiros caseiros, notadamente lupulomaníacos. O #IPAday é a maior celebração online da cerveja artesanal, e foi criado pela potência americana nas redes sociais, @TheBeerWench, e por @RyanARoss. Para participar, compartilhe fotos, vídeos, notas. Faça barulho nas redes sociais para que todos saibam que hoje é dia de beber uma IPA. O objetivo da ação é chamar atenção mundial para as cervejas artesanais, e a causa, é claro, já está abraçada pelo Homini lúpulo (até pelo nosso nome já estararíamos dentro).

 

O estilo surgiu como uma variação das tradicionais pale ales inglesas. Por volta do século 18, os comerciantes de cerveja perceberam que as cervejas mais lupuladas viajavam melhor até à Índia, importante rota comercial da época. Ávidos por algo que lembrasse a saudosa terra natal, os ingleses que moravam no oriente viam na cerveja uma forma de se sentir em casa. Com este largo mercado, as cervejarias inglesas começaram a produzir cervejas mais lupuladas, “pale ale as prepared for India”, “India Ale”, “pale India ale” e “pale export India ale”. O nome India Pale Ale foi usado oficialmente em janeiro de 1835.

 

Mas o estilo ganhou projeção de verdade com o recente renascimento das cervejas. Nos Estados Unidos é um dos estilos mais cultuados, a o mesmo vem acontecendo por aqui. Cervejarias de escolas tradicionais, como alemãs e belgas, vem cada vez utilizando mais lúpulo em suas cervejas, percebendo este desejo do público.

 

Dentro deste estilo, existem alguns subestilos (isso que IPA já está dentro das pale ales). Temos a IPA inglesa, a IPA americana, a IPA belga e a Imperial IPA. A inglesa é a mais equilibrada e a Imperial recebe doses cavalares de lúpulo, tanto amargor quanto no sabor e aroma. No Brasil temos três exemplares de excelente qualidade. A Falke Estrada Real está dentro da proposta

inglesa, com um sabor caramelado com leve tostado e final bastante amargo. A segunda opção é a Colorado Índica, que aposta em mais aroma lupulado, com a flor de origem americana, mais cítrica. E para fechar a o caixão está a Perigosa Imperial IPA, uma pancada de lúpulo e álcool deliciosamente equilibrados. Então, escolha uma das três e façamos um brinde à cultura cervejeira cada dia mais viva no mundo! Ou então, faça como a gente e celebre com uma IPA caseira: feliz #IPAday!